quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

O CASO DA JANELA ABERTA.


§ A Bíblia nunca lisonjeia seus heróis. Todos os homens e mulheres da Escritura têm pés de barro e quando o Espírito Santo pinta um retrato de suas vidas, ele é extremamente realista. Não ignora, nega, ou esquece o lado escuro;
§ Se estalar a língua ou menear a cabeça com vergonha de Davi, terá então deixado de atentar no aviso: “Aquele, pois, que pensa estar de pé, veja que não caia” (1 Co 10.12). Espremida entre “de pé” e “caia” estão as palavras “veja que” (preste atenção). Precisamos fazer isso regularmente. Se não “prestarmos atenção” fugindo tão depressa quanto pudermos desse tipo de tentação, iremos cair, como fez Davi;

UM PANO DE FUNDO ESCURO

§ Davi tinha cerca de 50 anos, talvez um pouco mais. Ele reinara aproximadamente 20 anos e se distinguira como um homem de Deus, compositor de salmos, pastor fiel, guerreiro valente no campo de batalha e líder do seu povo;
§ A vida de Davi neste ponto era como uma onda que, perdendo o rumo, batia constantemente contra a barragem da maré, chocando-se contra as demais ondas num mar revolto. Desprevenido e num momento de fraqueza, ele desmoronou e pagou um preço terrível;
§ Mas Davi não caiu de repente, algumas brechas já tinham começado a se abrir em sua armadura espiritual – 2 Sm 5.12-13;
§ Havia três coisas que um rei não deveria fazer: (Dt. 17. 14-17)
1. Multiplicar cavalos para si mesmo ou permitir que povo voltasse ao Egito para multiplicar cavalos;
2. Não deveria multiplicar mulheres para si mesmo; e
3. Não deveria aumentar muito seu tesouro de prata e ouro.
§ Davi, por ser um homem de forte apetite sexual, pensou erradamente: Para satisfazer-me, vou arranjar mais mulheres;
§ Mais ele era rei. Não precisava prestar contas. Ele já tinha um Harém cheio delas, uma a mais não faria diferença. Mas fez. Primeiro porque fez o coração dele se desviar do Senhor, Segundo, isso o tornou vulnerável;

Nossos períodos mais difíceis não são aqueles em que as coisas estão complicadas. Os tempos difíceis geram indivíduos dependentes. Você não se deixa levar pelo orgulho quando depende de Deus. O desejo de sobrevivência o mantém humilde. O orgulho surge quando tudo está indo bem na sua vida. Quando acabou de receber aquela promoção, quando olha para trás e pode ver um registro quase imaculado nos últimos meses ou anos, quando seu prestígio, fama e importância estão crescendo, essa é a hora de vigiar... especialmente se você não tiver de prestar contas a ninguém.

UMA CENA SENSUAL

§ O erro começa quando Davi deixa de estar onde deveria – 2 Sm. 11.1;
§ Então a tentadora veio. E se você não correr, irá cair. É só uma questão de tempo;
§ O diabo nunca mostra as cartas da tentação. Ele só mostra a beleza, o êxtase, o divertimento, a excitação, a aventura estimulante dos desejos roubados. Mas nunca diz ao embriagado: - Você vai ficar com ressaca amanhã, acabará arruinando a sua família. Quando o pecado é cometido, e cobrado todo o castigo dele decorrente, o diabo nunca se encontra por perto. Ele sorri quando você cai... mas não dá a você qualquer encorajamento quando surgem as conseqüências;

UM PLANO EM MEIO AO PÂNICO

§ Quando entramos em pânico, não tomamos decisões prudentes;
§ 2 Sm 11. 6-13;

UMA FRAUDE COMPLETA

§ Vemos agora um rei em pânico, frustrado e cheio de raiva com o fracasso do seu plano. Davi põe em ação o passo seguinte do seu plano; 2 Sm 11. 14-15;
§ Se Urias tivesse vivido e voltasse para casa depois da batalha, encontrando a esposa grávida, quem teria associado esse fato com Davi? É duvidoso que ela dissesse uma única palavra a respeito. Então, depois da morte de Urias, Davi a leva imediatamente para o palácio e se casa com ela. Portanto, de quem Davi realmente se escondia?
§ No desespero nós não pensamos logicamente apenas reagimos. Tentamos encobrir e negar nosso plano até que nos encontramos num labirinto de mentiras do qual nunca poderemos escapar nem explicar a confusão, até que finalmente alguém suficientemente sincero que lhe diga: - Você é o homem!
§ Enquanto isso, no final deste medonho episódio lemos onze palavras simples: “Porém isto que Davi fizera, foi mal aos olhos do Senhor” (11. 27).

Se você estiver brincando com a idéia de cometer pecados da carne, está vivendo em tempo tomado de empréstimo como filho de Deus. Não há nada mais que faça sofrer tanto, que prejudique tanto a vida como os pecados ocultos da carne. Não há que forneça mais munição ao inimigo para enviar essas declarações blasfemas em relação à igreja de Deus do que esse tipo de transigência secreta. Você pode também tomar indiretamente parte se não se posicionar contra isso.
texto extraído do livro "Davi, um Homem Segundo o Coração de Deus" cujo autor é Sharles Swindoll.

Nenhum comentário:

Postar um comentário