segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O CARDÁPIO DE DEUS

“Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.” Romanos 14.17

Introdução: Quando vou a um restaurante, a primeira coisa que quero ver é o cardápio. Quero saber o que tem de gostoso pra comer e beber. Cardápio é uma lista de iguarias de uma refeição. Quando vou a igreja, a primeira coisa que devo fazer é ver o “cardápio” que Deus me oferece.
O alimento disponível é desde o leitinho até a mais sólida carne e tenho para beber a mais pura e cristalina água, que é a Palavra de Deus, conforme Efésios 5.26 e João 15.3. Muitas são as mentes cristãs, muitos são os rituais e costumes, mas devo me lembrar de que não devo fazer o meu irmão cair, ao me ver fazendo algo que, para mim é normal, mas para ele é um escândalo que contamina.
Tenho liberdade em Cristo, mas não devo usá-la para gerar tropeço para meu irmão fraco.

1.       Devo comer e beber da maneira certa – Rom14.13-17
O alimento não deve ser a causa de se ferir o sentimento de um irmão (entristecendo-o), pois os sentimentos de amargura podem afastar uma pessoa cada vez mais de Deus.
a.       Nos lugares corretos.
b.      Banquetes santificados.
c.       Evitando comer o que não me é lícito.
Quantas pessoas deixam de ir a igreja por olhar para os outros, não é mesmo?

2.       Devo usar a liberdade que Cristo dá com limites – 1Cor8.9
Devo tomar cuidado para que a liberdade não se torne libertinagem.
a.       Passar vontade se necessário.
b.      Privar-me de ter algo, se necessário.
c.       Orar para que Deus me ajude a passar pela situação.

3.       Por mais que pra mim não tem problema algum, devo evitar de pecar contra meu irmão – 1Cor8.10-13
Paulo explica que posso ser forte e não me envolver com as iguarias dedicadas aos ídolos, mas sempre tem aquele irmão fraco que não entende e pode se afastar de Deus por minha culpa.
a.       Para termos comunhão entre nós e Deus.
b.      Para darmos juntos testemunhos de Cristo.
c.       Para temos paz uns com os outros.
Conclusão: Se fixarmos nossos olhos e corações no cardápio de Deus, te,os paz e alegria. Pois uma coisa puxa a outra. Com uma igreja que permanece comendo das iguarias de Deus, vem frutos verdadeiros de PAZ: Igreja Perseverante – Amorosa - Zelosa
A VERDADEIRA PAZ
Certa vez um rei encomendou a dois famosos pintores um quadro cuja temática fosse a paz. Além de garantir que iria comprar os dois quadros, o rei anunciou que daria um extra para o artista que melhor retratasse a paz.
No tempo marcado, eles trouxeram suas pinturas.
O primeiro retratava um lago sereno, espelhando altas e pacíficas montanhas à sua volta, encimado por um céu azul com nuvens brancas como algodão.
Todos os que viram este quadro acharam que ele era um perfeito retrato da paz.
O outro quadro também tinha montanhas. Mas eram escarpadas e calvas. O céu, ameaçador, derramava chuva e relâmpagos. Da encosta da montanha caía uma cachoeira espumante. Não parecia nada pacífica.
Mas o rei, experimentado nas artes, olhou com vagar e viu ao lado da cachoeira um pequeno ninho numa fenda da rocha. Mamãe pássaro e seu filhote repousando em segurança.
O rei escolheu a segunda. Sabe por que?
- Porque paz, explicou o rei, não significa estar num lugar onde não há barulho ou problemas. Paz é um estado de espírito. É a capacidade de estar no meio disso tudo e ainda manter a calma do coração.
Que Deus abençoe.
Ricardo Hilário

SAIA DA ZONA DE CONFORTO


"Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus" - Romanos 12.1-2.

Introdução: A moda hoje é ter conforto. Carros confortáveis, motos confortáveis, casas confortáveis, ônibus confortáveis e vidas confortáveis. Lembro-me do tempo em que o conforto não era o mais importante. Conforto é diferente de conformismo, mas estão em pé de igualdade no tangente a vida lado espiritual das pessoas.
Conformismo: Sistema de conformar-se com todas as situações; passividade.
Conforto: Consolo; comodidade.
A humanidade está conformada com este mundo. O que acontecia com os romanos na época de Paulo, acontece hoje também.
“A transformação do milho duro em pipoca macia é símbolo da grande transformação por que devem passar os homens para que eles venham a ser o que devem ser. O milho de pipoca não é o que deve ser. Ele deve ser aquilo que acontece depois do estouro. O milho de pipoca somos nós: duros, quebra-dentes, impróprios para comer. Mas a transformação só acontece pelo poder do fogo. Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho de pipoca, para sempre.
Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito, a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosas. Só elas não percebem. Acham que o seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos. Dor. Pode ser o fogo de fora: perder um amor, perder um filho, ficar doente, perder o emprego, ficar pobre. Pode ser o fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão, sofrimentos cujas causas ignoramos.
Há sempre o recurso do remédio. Apagar o fogo. Sem fogo, o sofrimento diminui. E com isso a possibilidade da grande transformação.
Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro ficando cada vez mais quente, pensa que a sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar destino diferente. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente que ela mesma nunca havia sonhado. Piruá é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A sua presunção e o medo são a dura casca que não estoura. O destino delas é triste. Ficarão duras a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca e macia. Não vão dar alegria para ninguém.
Terminado o estouro alegre da pipoca, no fundo da panela ficam os piruás que não servem para nada. Seu destino é o lixo.
E você, o que é? Uma pipoca estourada ou um piruá?”.

Quero falar algumas atitudes de uma pessoa que sai da zona de conforto:

1.       1. Tem compromisso com o Deus vivo.
2.       2. Tem compromisso com Deus e presta um culto racional.
3.       3. Não se conforma com este mundo, anuncia que Cristo é o Senhor.
4.       4. Deixa ser transformado pelo fogo do Senhor naquilo que ele deve ser.
5.       5. Experimenta a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Conclusão: Deus conhece a cada um de nós, conhece a cada coração. Deus tem sempre agido de misericórdia para conosco. Ele sabe cada tribulação e cada angústia que cerca o teu coração e sua vida. Ele sabe de cada “fogo” que passamos.
Deus não vai interferir na sua vida, meu amado, porém se você deixar com que Ele te transforme, transforme sua vida e coração duros em deliciosa “massa” branquinha e agradável, você fará a diferença onde você mora, estuda, congrega e até mesmo onde você menos imagina.
Saia da zona de conforto e seja o que Deus quer que você seja!
Repita comigo: “Eu sou de Deus e farei o que Ele quer.”
Que Deus abençoe
Ricardo Hilário

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

PRAZER EM SERVIR


TEXTO: FILEMOM v.1.

INTRODUÇÃO: No texto lido, está claro quem escreveu a epístola e a quem foi destinada. Conhecemos a vida de Paulo e sabemos o quanto ele servia ao Senhor, após a sua conversão (Atos 9:1-18); Sabemos que Paulo (velho–v.9), antes “assassino de profetas” e depois “vaso escolhido do Senhor”, podia falar com autoridade sobre a alegria de ver homens trabalhando para o Senhor. Uma das orações de Paulo por Filemom era pra que sempre fosse ativo na proclamação do Evangelho de Cristo às outras pessoas. Isso talvez indique uma certa timidez da parte de Filemom, ao falar sobre Jesus em seus contatos diários com os pagãos (v.6). Onésimo certamente havia desapontado a Filemom, o qual já fora considerado inútil por ele; mas Onésimo havia convertido-se e assumindo assim um posto de cooperador de Paulo e muito útil para a obra do Senhor. Quantas vezes somos considerados inútil neste mundo? Mas Deus te faz útil através do Espírito Santo e assim podendo ser vaso escolhido também, como Paulo. Agora vamos ver qual a sua utilidade, créditos e credibilidade adquiridos para o serviço do Rei e Messias Jesus Cristo.

  1. Minha utilidade no serviço
 a)   Porque sou útil... (v.11) Quantas vezes sente-se inútil? Saiba que uma pessoa inútil é aquela que não tem Jesus como seu único e suficiente Salvador. Deus quer que sejamos úteis, por isso ele tem nos dado Graça e confiado a nós o “privilégio” de pregarmos o Evangelho, e não aos anjos ou outra criatura. Somos úteis para fazermos conhecidas as verdades bíblicas. Devemos buscar a santificação; como? (Jo.17:17Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.) Na Palavra de Deus! Com o processo de santificação, tenho o reconhecimento Divino e mesmo dos homens.

b)          ... Sou reconhecido! (v.15,16) Note o reconhecimento de Paulo para com Onésimo; esse reconhecimento se deu devido ao “serviço” de Onésimo. Presados irmãos e amigos, há um caminho que nos leva ao reconhecimento melhor que podemos ter; qual é esse reconhecimento? Ganhamos a vida eterna. Este é o mais alto reconhecimento que podemos ter, o reconhecimento de Deus! As coisas deste mundo passam (I Jo.2:17 E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.) Lembre-se que: Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu. MT18:18. O que tens feito para a sua eternidade? Onde estão os teus tesouros? E os galardões? Quais os teus créditos? VOCÊ É RECONHECIDO COMO FILHO DE DEUS?

  1. Meus créditos pelo serviço
 a) Porque sou servo... (v.17) Temos sido companheiros na fé? Temos buscados as mesmas bênçãos? (EF.1:3 Bendito o Deus e Pai...) Você tens sido amigo de Deus? (Jo.15:14 Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.) ou servo do pecado? Jo.8:34 Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado.) Com Jesus temos o maior crédito: “O sangue de Jesus que nos purifica de TODO o pecado” I Jo.1:7.

b)          ... Tenho crédito! (v.18) Veja o crédito que Onésimo ganhou com o fato de ser um servo útil! Da mesma forma isso é aplicado as nossas vidas. Imagine Jesus falando isso a Deus Pai: “Pai, se estes pecadores lhe fizeram mau, pode por na minha conta” em outras palavras, foi isso que Jesus disse quando morreu na cruz: “TETELESTAI = está consumado” O preço pelo meu e seu pecado foi pago na cruz e Deus vê o salvo como Puro, Santo e Imaculado, pois o salvo é lavado, revestido com o sangue de Jesus; ele nos torna mais alvo do que a neve! O MAIOR CRÉDITO QUE TEMOS É A VITÓRIA MAIS QUE CERTA POR JESUS CRISTO!!! (Rm.6:4 De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.) Voce está cansado de sua vida pacata? Conheça a novidade de vida, seja uma nova criatura! II Co.5:17; Gl.6:15 Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura.) GANHE O MAIOR RECONHECIMENTO DE TODOS, A VIDA ETERNA!
 
  1. Minha credibilidade para o serviço
 a)          Porque sempre obedeço... (v.21a) O fato de Filemom ser um cooperador de confiança, Paulo tinha convicção de que ele sempre faria as coisas melhores para que o nome de Deus fosse exaltado; com isso Paulo sabia que Filemom receberia a Onésimo melhor do que fora pedido. (Isto é credibilidade) “Demonstrando amor cristão a Onésimo, Filemom reanimaria o próprio Paulo” Vimos o porque que Paulo teve confiança em Filemom; ele certamente obedeceria! Será que Deus pode confiar em você? Você tem ouvido a Sua voz e obedecido? Ilust. Antes de uma pessoa engressar numa empresa, certamente é submetida a uma série de entrevistas. Uma das perguntas feitas é: “Você tem disponibilidade de horários?”; “Se precisar trabalhar aos domingos, podemos contar com você?” Um aluno do seminário, trabalha no comércio e agora está “preso” a essa questão; uma pessoa quando está desempregada assume certos compromissos, pois têm contas a pagar, família a sustentar, etc. Numa empresa há normas; as quais se deve seguir. Certamente você cumpre as normas para não ser demitido. Com isso você vai adquirindo responsabilidades e confiabilidade... Uma vez fazendo tudo da maneira que o chefe mandar... Tenho credibilidade!

b)          ... As pessoas confiam em mim! (v.21b) Obedecendo, certamente terá confiança. Confiança é uma virtude que poucas pessoas têm. É muito bom quando somos reconhecidos e temos a confiança dos outros! O Senhor Jesus confiou a nós o dever de anuciar o Evangelho (Ide...). Por que nos confiou? Porque Ele sabe que iríamos fazer e certamente mais do que Ele pediu.

CONCLUSÃO: Amados, devemos confiar que Deus nos faz útil para a sua obra; Ele é quem nos recompensa e recompensará; nos dará os créditos merecidos! Devemos nos colocar a disposição para obedecer ao Senhor e assim ser uma pessoa de confiança do Senhor, pois obedeço a Ele.
 Ricardo Hilário

A ALEGRIA ESTÁ NO CORAÇÃO DE QUEM JÁ CONHECE A JESUS; VOCÊ O CONHECE?


“Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.” Romanos 14.17
A camisa da Alegria
Era uma vez um rei que, apesar de ser muito rico, era triste, pois não conseguia aumentar o seu tesouro.
Ele estava sempre de mal humor e isto causava enormes problemas a todos, pois seus decretos, rudes e injustos, massacravam o povo com exigências descabidas.
Por fim, o rei acabou entrando em depressão. Seus médicos lhe disseram que a única cura para a sua doença era a alegria. O monarca, então, ofereceu um excelente prêmio a quem pudesse lhe trazer a alegria de volta.
Muitos tentaram, mas ninguém conseguiu arrancar um só sorriso da cara do rei. Nada conseguia alegrá-lo. Nem os músicos, nem o bobo da corte, nem as dançarinas, nem os lançadores de enigmas, nem os mímicos, nem os encantadores.
Os amigos do rei resolveram consultar um grande sábio que vivia ali. Ele lhes disse que se o rei vestisse a camisa do homem mais feliz daquele reino, a alegria voltaria ao seu coração.
Iniciou-se, então, uma intensa investigação, para se descobrir quem era o homem mais feliz de todos.
Para surpresa dos investigadores, o homem mais feliz daquele reino morava longe do luxuoso palácio do rei, num casebre muito simples. Ele, sua mulher e seus filhos trabalhavam de sol a sol no cabo da enxada para conseguir se manter, mas, sempre unidos, passavam o dia rindo e cantando.
Os investigadores contaram-lhe o problema que os havia trazido ali e pediram-lhe que ele lhes desse uma de suas camisas, para que a alegria pudesse voltar ao coração do rei. Só então compreenderam porque aquele homem trabalhava na lavoura de peito nú, ele não tinha nenhuma camisa.
Um dos investigadores, espantado, perguntou-lhes como conseguiam ser tão felizes tendo tão pouco, ao contrário do rei, que tinha tanto, mas era infeliz: - Somos felizes porque o reino de Deus está em nossos corações, respondeu-lhe o homem.

1.       O Reino de Deus é um Reino espiritual
a.       Que consiste em:
                                                              i.      Humildade – Mt5.10
                                                            ii.      Perseverança – Lc9.62
b.      Consiste em poder – 1Co4.20
c.       É direito do salvo que terá um corpo glorioso – 1Co15.50
                                                              i.      Que nasceu de novo – Jo3.3
2.       O Reino de Deus é Paz
a.       Pois Deus me dá segurança – Sal4.8
b.      Para onde devo enveredar-me – Lc1.19
c.       Pois é um dos frutos do Espírito – Gal5.22
3.       O Reino de Deus é alegre
a.       Dá-me motivo de alegria
                                                              i.      Bênçãos da vida espiritual – Is61.10
b.      Dão motivos as cidades – At8.8
c.       O Rei deste reino é Cristo – 1Pe1.8

Conclusão: Vista a camisa da alegria! Essa serve em todo aquele que quiser vestir, desde o fofinho até o palitinho. Seja um dos cidadãos desse Reino!
Receba a alegria que está no coração de todo aquele que conhece a Jesus, mas o conhecer é conhecimento de perto.
 Que Deus abençoe.
Ricardo Hilário

CONVITE ESPECIAL A VOCÊ!

Que Deus abençoe os irmãos do ministério de Teatro Moriá!
Conheça um pouco mais desse ministério, clicando aqui.

Que Deus abençoe.
Ricardo Hilário

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

IV CONGRESSO COMJOBB - 2011 - (ALGUNS AVISOS)

Olá!!!
Irmãos que vão ao 4º congresso da COMJOBB, aqui vai alguns avisos:

Itens à levar:
  • Bíblia;
  • Caneta;
  • Caderneta para anotações;
  • Travesseiro;
  • Lençol;
  • Cobertor;
  • Produtos de higiene pessoal;
  • Shorts e Camiseta para a piscina, para todos os Congressistas;
  • Traje para participação no "Jantar do Velho Oeste (Faroeste)";
  • Muita disposição à absorver todos os alimentos espirituais;
  • Muita animação para os momentos de lazer.
Haverá algumas programações especiais:
  • "Jantar do Velho Oeste - Faroeste" (Sábado);
  • "Noite da Fogueira" (Sábado);
  • Serenata;
  • Entre outras...
Preletores a baixo:

Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

CONFLITOS

“Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.” 2Co 5:19

Introdução: Palavra no Latim = "Colisão"; Isso me faz lembrar-me de alguns assuntos concernentes ao tema: Colisão de pensamentos, colisão de Igrejas, colisão em família, colisão entre países, enfim, uma diversidade muito grande de conflitos.
Vamos pensar em um conflito interno neste momento. Quais das opções você escolhe?


Uma caixa embrulhada com muito carinho e um lindo papel ou uma caixa embrulhada de qualquer jeito e com um jornal velho?

Muitas vezes escolho o embrulho bonito e o que tem internamente não é bem o que eu esperava. E muitas vezes o que tem dentro de um “pacote” feio é algo que eu espero muito! Esse é um conflito interno.

Acróstico: Como ter um conflito.

Cólera = “Violenta irritação contra o que nos contraria.”
Orgulho = “Manifestação do alto apreço ou conceito em que alguém se tem.”
Litígio = "Contenda; disputa; altercação."
Inveja = “Desejo de possuir o que outro tem (acompanhado de ódio pelo possuidor).”
Saturar - "Encher-se; satisfazer-se; estar farto e cansado de"
Angústia = “Grande aflição acompanhada de opressão e tristeza.”
Obcecação = "teimosia num erro."

Em 1Sm17.32 mostra um conflito que havia dentro de dois homens: Saul e Davi. Os filisteus queriam guerrear contra os Israelitas e o rei Saul estava desfalecendo, caracterizando assim um conflito interno, onde sua razão estava perdendo para as ameaças externas. Porém um menino confiou em Deus e fez com que seu conflito interno fosse bem sucedido, pois as ameaças externas não faziam diferença.

Quando busco um ponto em comum, não quer dizer que faço as mesmas coisas, mas quer dizer que devo ter empatia para com o meu próximo. Deus se fez homem para buscar um ponto em comum e nos mostrar que podemos vencer.
video 

Após este vídeo, quero trazer alguns pontos de conflito:
1° A armadura de outro não serve para mim. 1Sm17.38-39
2º Devo usar as ferramentas que estou acostumado. 1Sm17.40
3º O inimigo nunca vem desarmado e só. 1Sm17.41
4º Sou desprezado por ser servo de Deus (o servo de Deus é formoso). 1Sm17.42-44
5º Meu “Golias” afronta ao meu Deus e não a mim. 1Sm17.45
6º Quando confio em Deus, Ele me faz vitorioso em meus conflitos. 1Sm17.46-51
7º Quando venço meu conflito, me fortaleço e os inimigos fogem de mim. 1Sm17.51b

Solução de conflito = Buscar um ponto comum entre as partes

Acróstico: Como Administrar um conflito.

Compreensão = “Faculdade (capacidade) de compreender.”
Oportunidade = “Ocasião, altura, ensejo, conveniência.”
Liberdade = “Direito de proceder conforme nos pareça, contanto que esse direito não vá contra o direito de outrem.”
Igualitarismo = “Sistema de igualdade social.”
Sentimento = “Faculdade de compreender; intuição; percepção.”
Amadurecimento = “Maturação - Pensar muito antes de se decidir.”
Otimismo = “Confiança no porvir.”

Conclusão: O mundo vive em conflitos desde que o pecado entrou no mundo, através de Adão. Quem não viu o que aconteceu na semana passada numa agência bancária? Pessoas se matando por nada, por coisas fúteis. Nenhuma desculpa pode trazer a vida de alguém. Crentes estão se matando (espiritualmente) 1Jo3.15 “Qualquer que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele.”
Deus é a solução para o conflito. Devo pedir para Deus me ajudar a administrar meus conflitos. Conflitos são inevitáveis, porém com o desejo de uma das partes, os conflitos podem ser amenizados, controlados e administrados.
Estamos em conflito com Deus o tempo todo, mas Ele enviou Seu Filho Jesus para que através do ministério da reconciliação (a morte de Cristo por nós), o homem possa não mais viver em conflito com Ele.

2Co 5:19“Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.”

Ricardo Hilário