quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

A FLOR DA HONESTIDADE.

Conta-se que por volta do ano 250 a.c, na China antiga, um príncipe da região norte do país, estava às vésperas de ser coroado imperador, mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar.
Sabendo disso, ele resolveu fazer uma "disputa" entre as moças da corte ou quem quer que se achasse digna de sua proposta. No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia, numa celebração especial, todas as pretendentes e lançaria um desafio.
Uma velha senhora, serva do palácio há muitos anos, ouvindo os comentários sobre os preparativos, sentiu uma leve tristeza, pois sabia que sua jovem filha nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe.
Ao chegar em casa e relatar o fato à jovem, espantou-se ao saber que ela pretendia ir à celebração, e indagou incrédula : - Minha filha, o que você fará lá? Estarão presentes todas as mais belas ricas moças da corte. Tire esta idéia insensata da cabeça, eu sei que você deve estar sofrendo, mas não torne o sofrimento uma loucura.
E a filha respondeu : - Não, querida mãe, não estou sofrendo e muito menos louca, eu sei que jamais poderei ser a escolhida, mas é minha oportunidade de ficar pelo menos alguns momentos perto do príncipe, isto já me torna feliz. À noite, a jovem chegou ao palácio. Lá estavam, de fato, todas as mais belas moças, com as mais belas roupas, com as mais belas jóias e com as mais determinadas intenções.
Então, finalmente, o príncipe anunciou o desafio : - Darei a cada uma de vocês, uma semente. Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor, será escolhida minha esposa e futura imperatriz da China.
A proposta do príncipe não fugiu às profundas tradições daquele povo, que valorizava muito a especialidade de "cultivar" algo, sejam costumes, amizades, relacionamentos etc... O tempo passou e a doce jovem, como não tinha muita habilidade nas artes da jardinagem, cuidava com muita paciência e ternura a sua semente, pois sabia que se a beleza da flor surgisse na mesma extensão de seu amor, ela não precisava se preocupar com o resultado. Passaram-se três meses e nada surgiu.
A jovem tudo tentara, usara de todos os métodos que conhecia, mas nada havia nascido. Dia após dia ela percebia cada vez mais longe o seu sonho, mas cada vez mais profundo o seu amor. Por fim, os seis meses haviam passado e nada havia brotado. Consciente do seu esforço e dedicação a moça comunicou a sua mãe que,independente das circunstâncias retornaria ao palácio, na data e hora combinadas, pois não pretendia nada além de mais alguns momentos na companhia do príncipe.
Na hora marcada estava lá, com seu vaso vazio, bem como todas as outras pretendentes, cada uma com uma flor mais bela do que a outra, das mais variadas formas e cores. Ela estava admirada, nunca havia presenciado tão bela cena. Finalmente chega o momento esperado e o príncipe observa cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção.
Após passar por todas, uma a uma, ele anuncia o resultado e indica a bela jovem como sua futura esposa.
As pessoas presentes tiveram as mais inesperadas reações. Ninguém compreendeu porque ele havia escolhido justamente aquela que nada havia cultivado.
Então, calmamente o príncipe esclareceu: - Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma imperatriz. A flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis.
A honestidade é como uma flor tecida em fios de luz, que ilumina quem a cultiva e espalha claridade ao redor - Que esta nos sirva de lição e independente de tudo e todas as situações vergonhosas que nos rodeiam , possamos ser luz para aqueles que nos cercam .
Aproveite e leia : Ef 5.9 ( pois o fruto da luz está ....) e;
Mt 5.16 (Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para ...)
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

ESSA FOI TREMENDA!

Essa foi TREMENDA: Silas Malafaia, René Terra Nova e Valnice Milhomens
Durante o Congresso Passando o Manto com líderes da Visão celular como; Apóstolo René Terra Nova , Apóstola Valnice Milhomens e Profeta Dr. Morris Cerullo e Rev. Dr. Mike Murdock, entre outros, o pastor Silas Malafaia pediu PERDÃO a Apóstola Valnice.

O perdão seria pelas ofensas, agressões verbais e calúnias que liberou durantes muitos anos por causa da Visão do G12. (G-12 basicamente é: eles se reunem em casa e não tem igrejas, pois assim como forma 12 os discípulos e espalharam o evengelho assim eles se dividemem células e cada casa é uma célula e não há lider, pastor, e cada novos membros formam mas doze e vão se espalhando de casa em casa, sem liderança, sem doutrina, apenas a Bíblia da forma que entenderem)

Após essa atitude, a multidão liberou brados extravagantes e muitas lágrimas diante dessa tão “maravilhosa” atitude. Sem esquecer que no mesmo dia, Silas abraçou reconciliando-se com os ministros do Ministério Trazendo a Arca (ex-Toque no Altar), a quem havia exortado como rebeldes em uma de suas pregações.Hoje Silas está envolvido com a Visão do G12 –visão que ele chamou de coisa do diabo - e com o líder primaz desse movimento no Brasil, René Terra Nova. Veja o que diz um site do movimento G12 sobre essa questão: “... sem esquecer-se do perdão que ele pediu ao Apóstolo René em um encontro de pastores nos EUA”

Isso sim é tremendo!!! Silas, como sempre, muda de idéias e de conceitos facilmente como quem muda de roupa. Antes era contra a doutrina da prosperidade e hoje vive elogiando o Profeta Morris Cerullo e o Rev. Mike Murdock; vivia condenando a doutrina do G12 e hoje vive elogiando e pegando carona nesses congressos celulares.

Diz uma fonte do G12 sobre Silas Malafaia e seu arrependimento: "Nosso Apóstolo René Terra Nova e o pastor ASSEMBLEIANO anti-g12 Silas Malafaia, que até um tempinho atrás era nosso acusador principal, que nos condenava e caluniava sabatinamente por coisas que nem nós mesmos conhecemos, agora se deixa fotografar ao lado com nosso amado Apóstolo. O mesmo participará de um congresso com o Apóstolo René em Brasília - DF em julho deste ano (2008). Que mudança para quem disse que nunca dividiria o mesmo púlpito ou altar com gedozista.

Incrível! Toda essa novidade só me faz entender algo: René sempre foi um grande homem de Deus, um profeta legítimo; O G12 nunca foi algo do diabo ou coisa assim, pois somente algo vindo de Deus para sobreviver tantos ataques e continuar firme; e que o pastor Silas é maleável demais, hoje diz algo, condena e amanhã aplaude, aprova e respeita, e quem sabe mais tarde um pouco, seguirá. (http://diariodeumprofeta.blogspot.com/)."

Conclusão:O que percebemos é que o Pr. Silas Malafaia se perdeu nessa questão e pendeu-se para o lado de movimentos e pessoas heréticas. Lamentamos, pois tínhamos nele uma pessoa salutar ao evangelho, mas hoje fica difícil de sustentar esse mesmo sentimento em relação ao referido pastor.

Oremos!

Fonte de pesquisas:http://www.cpr.org.br/ds48-10.htm
http://diariodeumprofeta.blogspot.com

TRANSCRITO
Ricardo Hilário

sábado, 24 de janeiro de 2009

O CÚMULO DO RIDÍCULO

Ana Paula Valadão imita leão durante show e é criticada por centenas de fãs.

Está registrado a atitude de ridículo ao extremo, vergonha e um ato extravagante que não carece de forma alguma. (olhe o vídeo no link: http://noticias.gospelmais.com.br/ana-paula-valadao-e-criticada-por-receber-uncao-do-leao.html)

“Um cântico espontâneo sobre o Cordeiro e o Leão marcou para sempre a minha vida". Essas foram as palavras de Ana Paula Valadão, líder do Diante do Trono, após uma apresentação em Anápolis, em maio desse ano.
A cantora só não sabia que uma atitude exótica - onde aparece fazendo movimentos com as mãos simulando uma leoa pudesse render tantas críticas.
Será que a adoração aceitável por Deus é essa extravagante?
Alguns dizem que sim; porém, o que a Palavra de Deus nos diz?
“Mas faça-se tudo decentemente e com ordem” I Cor. 14:40
E lembre-se: eles rejeitam e menosprezam tudo que foi e é feito nos moldes da decência e da ordem até os dias de hoje. E, com esse pedantismo todo, querem ser tratados como anjinhos intocáveis de um terceiro céu, de um lugar santíssimo e de diante do trono.É essa a música que devemos colocar em nossas igrejas? É com esse tipo de louvor que as igrejas são abençoadas?

Agora, mais do que nunca, é momento de colocarmos nossos joelhos no chão e clamar a Deus, para que em nossos cultos não tenha adoração extravagante, e sim tenha músicas de verdadeira adoração a Cristo, nosso Salvador!


Que Deus nos abençoe!

Ricardo Hilário
A serviço do Messias
de Israel, Jesus Cristo

TRABALHO EM GUAIANASES EM VÍDEO.

video

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

VEDE OS CAMPOS, PRONTOS PRA CEIFAR!

vista do alto da Igreja - Campos para a colheita!

"E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara." Lucas 10:2

Dou graças a Deus por me escolher para estar na sua seara, pois a cada dia vejo que estão realmente prontos para a colheita!

O trabalho em Guaianases tem sido árduo, porém muito gratificante!

Foram retomados os estudos dominicais, onde estamos ministrando um curso muito abençoados, onde os irmãos e alunos estão se empenhando e estarão ao fim do mesmo, recebendo um certificado de conclusão do curso.

A frequência da Escola Bíblica Dominical (EBD), tem crescido a cada domingo, para a glória de Deus!

A irmã Lais Helena também tem nos dado uma força muito grande com o trabalho realizado com as crianças na EBD, onde a frequência também aumenta a cada domingo...

Estão sendo realizadas também, visitas e culto nos lares, com uma parcela muito grande das bênçãos dadas por Deus.
Culto nos lares - Muitas bênçãos!

As primeiras bênçãos a serem contadas em menos de 1 mês de trabalho são essas, não esquecendo também das decisões tomadas nos cultos de domingo à noite: Vidas com o propósito de fazer mais e mais para Cristo são, praticamente uns 10 irmãos; Mais 2 almas entregando-se a Jesus e reconhecendo que Ele é o seu Salvador; Uma família que estava sem igreja, decidindo congregar conosco, reconciliando-se com Deus.
Peço aos irmãos em Crsto que orem para que o trabalho, que é do Senhor, cresça a cada dia e que continuemos sendo instrumentos nas mão do Mestre!

Ricardo Hilário
À serviço do Messias
de Israel , Jesus Cristo!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

QUEM NÃO GOSTA DE FESTA?

As festas nos proporcionam momentos felizes de comemoração.
Mas comemoração de quê?
No Ocidente, não há uma preocupação com o caráter e a natureza inerentes (inseparável; essencial) às festas e, quase sempre, elas se tornam um fim em si mesmas.
É a festa pela festa.
Contudo, isso não se dá com a cultura oriental, em que as festas assumem um significado histórico em momentos que oscilam entre a alegria e a tristeza.
A festa da Páscoa (PESSACH) [Ex.12:1-14,21-51.] tipificava a morte do Messias [Jo.1:29 Eis o Cordeiro de Deus...;1Co.5:7-8.]
A festa dos Pães Ázimos (MATZOT) [Ex.12:15-20;Lv.23:6-8] tipificava a Humanidade Perfeita do Messias [Jo.18:38;Hb.4:15]

1. Jesus e a festa da Páscoa
a. Como varão israelita, Jesus estava obrigado, pela lei a, anualmente, comparecer a Jerusalém para as três grandes festas: Páscoa, Pentecostes e Tabernáculos (Dt. 16.16).
A exigência da lei é muito clara. Todos os varões israelitas tinham de estar presentes em Jerusalém durante essas festas.
“A larga propagação do povo israelita tornou isso impossível. Os palestinos mais piedosos procuravam, ao menos estar, em Jerusalém durante a Páscoa.” (Em Atos 1-2, nota-se que os discípulos de Jesus estavam em Jerusalém 1:4 para as festas 2:1 – Pentecostes. Havia muitos povos em Jerusalém na ocasião).
b. Sabendo-se que Jesus cumpriu toda a lei, pode-se afirmar, com absoluta certeza, que Ele, a partir dos doze anos (idade em que os meninos israelitas passavam a ser conhecidos como “filhos da lei”), compareceu, anualmente, em Jerusalém, nas três grandes festas de Israel, em obediência à lei, à qual, como varão israelita, estava sujeito (Gl 4.4 “...nascido sob a Lei.”). O Novo Testamento, entretanto, registra apenas três ocorrências da presença de Jesus em Jerusalém durante a Festa da Páscoa (Na sua infância: Lc 2.40-42. No início de sua vida pública. E na sua morte: Jo 2.23;Jo 11.55-57).

2. Jesus é o cordeiro pascal de uma vez por todas.
O sangue do cordeiro pascal tipifica o sangue de Jesus, derramado na cruz do Calvário, para a nossa redenção. b. Nenhum osso do cordeiro pascal seria quebrado (Êx 12.46). Isso também tipifica Jesus: “Foram, pois, os soldados, e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro, e ao outro que como Ele fora crucificado; mas, vindo a Jesus, e vendo-o já morto, não lhe quebraram as pernas. Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água. E aquele que o viu testificou, e o seu testemunho é verdadeiro; e sabe que é verdade o que diz, para que também vós o creiais. Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado” (Jo 19.32-36).
Jesus é, pois, o nosso perfeito cordeiro pascal, aquele que foi crucificado de uma vez por todas, que se entregou em sacrifício único e nos arrebatou das trevas. Logo, não faltam aos cristãos verdadeiros motivos para a celebração da Páscoa.

A CEIA DO SENHOR.
O fundamento desta obrigação do cumprimento da Ceia do Senhor é baseado no exemplo e comando do Senhor Jesus, juntamente com a prática da Igreja Primitiva e as instruções por meio do Apóstolo Paulo – 1Co.11:23-28.

Prezados, muitas vezes fui ensinado e aconselhado de que se estou com problema de comunhão com alguém da igreja era melhor não participar da Ceia do Senhor; mas essa não é a solução, pois fazendo isso, há o pecado da desobediência, pois a Ceia é um mandamento do Senhor Jesus Cristo.
Portanto, sempre sabemos o dia que será celebrada a Ceia do Senhor, temos tempo suficiente para acertarmos nossas “pendências” concernente a comunhão com a Igreja e com Cristo. “...e assim coma deste pão e beba deste cálice.”
Ricardo Hilário

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

UM TESTEMUNHO BREVE...

"Que eu seja barro nas mãos do Senhor"

"Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8
"Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego."
Romanos 1:16


Deus tem sido bom!
Uma experiência nova tem acontecido em minha vida... Deus tem dado graça e com seu amor infinito tem me colocado a cada ano que passa, um desafio maior que do ano anterior.

Em 2003, fui tocado pelo Espírito Santo à assumir pela primeira vez a liderança de uma mocidade. Na ocasião era a mocidade da Igreja Batista Bíblica em Vila Rosa - S.B.do Campo - SP.
Foi uma grande satisfação e a cada dia eu era mais e mais tocado em estudar e aprender as doutrinas bíblicas e podendo assim abençoar vidas.
Em 2004, continuei à frente da mocidade em Vila Rosa, porém o desejo de engressar no seminário era muito grande. Pessoas, cujo nome não citarei por motivos éticos, me desencorajaram e quase me desentimulou a procurar como engressar no seminário.
Em 2005, tive o apoio do então pastor da Igreja Batista Bíblica em Valparaíso (Pr. Paulo César), de entrar no seminário e neste ano trabalhei como vice-presidente da mocidade local, apoiando o então presidente Cláudio. Neste ano, montamos um grupo de jovens que ensaiava e louvava o Senhor com uma vontade tão grande que era algo expetacular.
Em 2006, por motivos particulares e pela direção do Senhor, fui para o Templo Batista em Vila das Mercês. Onde tive a mesma função de Valparaíso, mas no apoio ao presidente Marcos Barrense.
Em 2007, Deus me colocou à frente dos jovens da mocidade da Vila das Mercês e foi uma grande bênção também! Muitas programações diferentess sendo realizadas, juntamente com o departamento de adolescentes no apoio do irmão José Ribeiro (com Cristo) e até foi realizado o nosso primeiro e duro desafio, o retiro de Jovens, onde foi uma bênção muito grande também! Deus usou para a glória dele o nosso irmão Joel Barbosa e esposa Cidinha, onde usaram a Palavra de Deus, baseados no tema: "Como está a minha vida?", os quais nos abençoaram muito...
Neste ano, foi o ano do término do curso de Licenciatura em Teologia, no IBM (Instituto Batista Missionário), onde Deus me sustentou até o fim!
Em 2008, em continuidade ao trabalho do ano anterior, estive à frente da mocidade, mas sempre visitando o trabalho em Guaianases. Foi um ano de muitas alegria, mas também aconteceu algo que nos entristeceu muito. No feriado de carnaval, eu estava no acampamento com os jovens e irmão da Igreja Batista Bíblica em Pedro de Toledo - SP, quando veio a notícia que iria abalar a vida da mocidade. O então eleito vice-presidente, irmão José Ribeiro, havia partido para a glória e nos deixado com tristeza da separação, mas com a alegria de que um dia iremos nos encontrar na glória com o Senhor Jesus Cristo. Enfim, os meses passaram, aconteceu a minha formatura, programações vieram e mais um Retiro de jovens, onde o irmão Joel mais uma vez, usado por Deus, nos abençoou com a Palavra de Deus baseado no tema: "Caixa de Ferramentas de Deus".
Louvo a Deus pela vida de todos os irmãos que nos apoiaram, especialmente aqueles que ficaram na responsabilidade de "cuidar" do povo... irmão Beto e irmão Moisés.
Aí chegou 2009. Ano no qual Deus tem me encorajado a trabalhar mais para a Honra e Glória do nome do Seu Filho Jesus. Fui abençoado com a primeira programação dos jovens da Vila das Mercês, na presidencia da irmã Carine, onde fui abençoado com uma homenagem emocionante! Obrigado jovens, eu os amo!!!
Enfim, Deus me colocou nas mãos o trabalho de apoiar a congregação do Templo Batista da Vila das Mercês em Guaianases, a Primeira Igreja Batista Bíblica em Jd. Perola II, onde Deus tem feito maravilhas.
No primeiro domingo do ano, estivemos (eu e o apoio da irmã Lais Helena, na liderança dos estudos com as crianças) reativando a Escola Bíblica Dominical às 9h e foi uma aula muito boa. No domingo à noite foi uma bênção também!
No segundo domingo (11/01) retomamos o curso Bíblico, com as doutrinas básicas da Palavra de Deus e a aula foi muito boa! Os alunos participaram numa interação bacana entre alunos e professor e muitas dúvidas foram tiradas e também o desejo de assistir a próxima aula foi expetacular! (próxima aula: "Como posso ter certeza da salvação?").
Na tarde estivemos visitando alguns irmãos, os quais receberam-me de braços abertos! Uma bênção de Deus!
No culto à noite, a bênção foi maior. Para a gória de Deus, estivemos reunidos louvando a Deus e os irmãos foram encorajados a servir a Deus e dedicar suas vidas mais a Ele, formando um grande "cordão" de irmãos orando de joelhos na plataforma. E o que nos trouxe mais alegria foi a entrega do Sr. Geraldo, a entrega de sua vida ao Salvador Jesus, confessando e afirmando que quer ir para o céu e que o caminho é Jesus.
Todas as coisas aconteceram na orientação e poder de Deus! Agradeço a Ele por ter me usado para abençoar pessoas e peço a Ele, sempre humildade e que eu possa sempre reconhecer que a glória é Dele e que tudo o que acontece, é Ele quem faz! Não sou eu, mas Deus faz por mim!

Um versículo da Palavra de Deus me acompanha agora: "É necessário que ele cresça e que eu diminua." João 3:30.

TODA A GLÓRIA E HONRA SEJA DADA A JESUS!

Peço aos irmãos que orem por mim, pois nos planos de Deus, fiquei desempregado esta semana e espero logo poder dar honra a Ele por ter me dado um novo emprego.

QUE DEUS NOS ABENÇOE!

RICARDO HILÁRIO

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

COISAS DE DEUS.


"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." Romanos 8:28


Tudo o que Deus faz é bom !

Há muito tempo, num Reino distante, havia um Rei que não acreditava na bondade de Deus. Tinha, porém, um súdito que sempre lhe lembrava dessa verdade. Em todas situações dizia:
-- Meu Rei, não desanime, porque Deus é bom ! Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da floresta atacou o Rei. O súdito conseguiu matar o animal, porém não evitou que sua Majestade perdesse o dedo mínimo da mão direita. O Rei, furioso pelo que havia acontecido, e sem mostrar agradecimento por ter sua vida salva pelos esforços de seu servo, perguntou a este:
-- E agora, o que você me diz? Deus e bom? Se Deus fosse bom eu não teria sido atacado, e não teria perdido o meu dedo. O servo respondeu:
-- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus é bom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem! O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou que fosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço.
Após algum tempo, o Rei saiu novamente para caçar e aconteceu dele ser atacado, desta vez por uma tribo de índios que vivia na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois sabia-se que faziam sacrifícios humanos para seus deuses.
Mal prenderam o Rei, passaram a preparar, cheios de jubilo, o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto, e o Rei já estava diante do altar, o sacerdote indígena, ao examinar a vitima, observou furioso:
" -- Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso! .......Falta-lhe um dedo!"
E o Rei foi libertado. Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, libertou seu súdito e pediu que viesse em sua presença.

Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe:
-- Meu Caro, Deus foi realmente bom comigo! Você já deve estar sabendo que escapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho em meu coração uma grande duvida:
Se Deus e tão bom, por que permitiu que você fosse preso da maneira como foi? ....Logo você, que tanto O defendeu!?

O servo sorriu e disse: -- Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seria sacrificado em teu lugar, pois não me falta dedo algum!


Confie em Deus e entenda que tudo o que acontece em sua vida é para o bem daqueles que o amam!


Ricardo Hilário