domingo, 25 de outubro de 2009

UM MILAGRE CHAMADO "AMIZADE".

Provérbios 17:17 e 18:24.
Muitas vezes a sociedade tem se esquecido do valor da verdadeira amizade. Em nossa vida, são os amigos que, muitas vezes, nos faz rir, chorar, nos animam, nos aconselham, nos fazem sentir melhor, nos levam aos caminhos que Deus quer que sigamos. Quando são realmente amigos, são esses caminhos que querem nos mostrar...
O amigo, não é aquele que apóia tudo o que faço, mas é aquele que me alerta do perigo de determinado ato; o amigo não é aquele que só está comigo nas horas de alegrias, tipo festas, “baladas”... mas é aquele que está comigo quando mais preciso, naquele momento em que eu estou triste, lá está ele: “Meu amigo”!

UM MILAGRE CHAMADO "AMIZADE"
Eles se conheceram quase por acaso, voltando da escola. Toinho deixou seus livros caírem no chão e Zé o ajudou.
Já que suas casas eram próximas, Zé o ajudou a carregar seu material escolar.
Passaram aquela tarde juntos, vendo televisão, jogando futebol e outros passatempos de adolescentes.
Formaram-se no colegial, no ano seguinte.
Na noite da formatura, Toinho perguntou a Zé:
- Lembra-se de quando nos conhecemos?
- Sim, respondeu o amigo, você parecia um "nerd" com aquele monte de livros.
- Sabe porque eu estava carregando todos aqueles livros?
- Nem imagino, Toinho.
- Eu tinha limpado meu armário na escola e estava indo para casa tomar um vidro inteiro de um dos calmantes da minha mãe. Eu queria morrer... mas não queira deixar meu armário bagunçado.
- Que loucura, amigo!? Porque isso?
- Minha vida estava uma droga!!! Mas, depois passarmos aquele dia juntos, conversando e rindo, eu percebi que se eu tivesse me matado, teria perdido aquele momento e tantos outros que estariam por vir. Quando você se abaixou para me ajudar a pegar aqueles livros no chão e se tornou meu melhor amigo, evitou que eu fizesse uma besteira. Obrigado!

“O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável,Mas há amigo que é mais chegado do que irmão.” Prov. 18:24

“Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.” Prov. 17:17
Quero compartilhar algumas amizades relatadas na Bíblia:

1. DAVI E JONATAS: 1SAMUEL 18:1
Sempre que começa uma amizade, primeiramente um toma a decisão de amar e ser amigo e leal. Sempre tem que partir de um dos lados. No caso de Davi e Jônatas, foi Jônatas quem decidiu amar primeiro. Vemos isso claramente no versículo lido. “E Jônatas o amou, como à sua própria alma.” Nesse relacionamento, cada um encontrou no outro a afeição que não tinham em sua própria família. Ligou, aqui representado, é a mesma palavra hebraica usada em Gn.44:30 para expressar o amor de Jacó para com Benjamim. Atitudes raras como as de Jônatas, são difíceis de ver hoje em dia! Ter um amor tão grande pela amizade... Hoje é muito comum ver cada um por si, jovens indo morar sozinhos, uma fala de amigos tão grande, que causa certo “buraco” em vidas.
Jônatas e Davi deram muito valor e descobriram posteriormente a verdadeira “grande riqueza de uma amizade.”
Tanto é que, Jônatas, o filho do rei, deu todos os bens materiais que possuía; Davi, o filho de um homem pobre, deu só amor e respeito e isso foi suficiente para ser criada uma das amizades mais lindas que a Palavra de Deus relata.
Muitas vezes você pode não ter bens materiais para doar a um amigo, mas certamente deve ter um bocado de amor e respeito. A troca de dádivas entre Jônatas e Davi, faz a gente se lembrar do presente que o Filho de Deus dá à pobre humanidade. Talvez por isso Paulo se intitula escravo de Cristo. Faça como Davi e Jônatas: dê valor a grande riqueza de uma verdadeira amizade!

2. ELIFAZ, TEMÃ, BILDADE E JÓ: Jó 2:11-13
Jó um homem muito sábio e temente a Deus, havia passado por muitas provas, mas ainda a prova da sabedoria dele não terminara ainda. Uma nova fase desta sabedoria começa agora com a agravação do estado de Jô mediante tormento espiritual.
Após a segunda crise da tentação e antes da chegada dos amigos, sua mulher tenta fazer com que Jó amaldiçoasse a Deus e morresse. Mas a sabedoria de Jó era tão grande, que sabia que ele sem Deus não era ninguém; repreendeu sua mulher comparando-a com uma doida, e continuou a não pecar contra Deus!
E como são importantes os verdadeiros amigos! Três amigos de Jó, ouvindo que padecia necessidades, saíram de suas terras para vir ter com ele. Jó estava tão irreconhecível, que os amigos quando reconheceram, rasgaram suas vestes e cobriram suas cabeças com cinza (isso representa humilhação e condolência neste momento).
Os amigos de Jó também foram sábios, pois no momento em que a situação encontrava-se, não haviam palavras que pudessem confortar e nem tão pouco consolar a Jó. O que eles fizeram? Ficaram juntos de seu amigo, em sua terra, uma semana inteira, calados, somente ficaram lá para o apoiar espiritualmente e emocionalmente, porque viram que a dor era muito grande. Os amigos de Jó não estavam preparados para o que encontraram, O silencio de uma semana foi como o luto por um morto (conf. Gn.50:10; 1Sm.31:13).

Na vida, amigos assim são apreciáveis. O problema do mundo pós-moderno é que esses amigos estão escassos, o ser humanos está muito individualista; devemos dar valor aos poucos amigos que sorriem com meu sorriso e choram com meu choro;

3. JESUS COM SEUS DISCÍPULOS: João 15:13-16
Notamos o grande relacionamento de intimidade entre Jesus e seus discípulos. Jesus ensina que entre amigos não há segredos!No versículo 13, Jesus deixa claro que veio para morrer pelos seus amigos, em prova de amor; certamente Ele deu o valor para a grande riqueza de uma grande e verdadeira amizade.
A medida do amor de Cristo pelos seus é o auto-sacrifício, do qual eles se beneficiam (I Jô.3:16). Tal amor entra na sua vida quando há um encontro notável com Cristo. O morrer pelos amigos, indica o plano de Deus para salvar a humanidade da perdição e do fogo do inferno!Quero deixar claro também que a amizade com Jesus não elimina a necessidade da obediência. Se esta necessidade parece tornar os amigos em servos, há uma diferença. O servo não tem confiança no seu senhor. O “status” de amigos, no caso dos discípulos, foi o fato de saberem os segredos de Cristo, inclusive de tudo aquilo que o Pai revelou ao Filho. Nada foi retido. Isto não indica que tudo foi compreendido pelos discípulos de Jesus.
Jesus espera bons frutos de seus seguidores. Anteriormente o fruto era o amor. Agora tem de ser o amor em ação, a proclamação da mensagem da salvação e o ganhar de almas.
Dê valor a grande riqueza de uma grande e verdadeira amizade. A amizade com o Senhor Jesus Cristo!!!

(Conta-se que é um fato real)
DOAÇÃO DE SANGUE
Numa aldeia vietnamita, um orfanato dirigido por um grupo de missionários foi atingido por um bombardeio. Várias crianças tiveram morte instantânea. As demais ficaram muito feridas, entre elas, uma menina de oito anos, em estado grave.
Ela precisava de sangue, urgentemente. Com um teste rápido descobriram seu tipo sangüíneo, mas, infelizmente, ninguém na equipe médica era compatível.
Chamaram os moradores da aldeia e, com a ajuda de uma intérprete, lhes explicaram o que estava acontecendo. A maioria não podia doar sangue, devido ao seu estado de saúde. Após testar o tipo sangüíneo dos poucos candidatos que restaram, constataram que somente um menino estava em condições de socorrê-la.
Deitaram-no numa cama ao lado da menina e espetaram-lhe uma agulha na veia. Ele se mantinha quietinho e com o olhar fixo no teto, enquanto seu sangue era coletado. Passado alguns momentos, ele deixou escapar um soluço e tapou o rosto com a mão que estava livre. O médico pediu para a intérprete perguntar a ele se estava doendo. Ele disse que não.
Mas não demorou muito, soluçou de novo e lágrimas correram por seu rostinho.O médico ficou preocupado e pediu para a intérprete lhe perguntar o que estava acontecendo. A enfermeira conversou suavemente com ele e explicou para o médico porque ele estava chorando:
- Ele pensou que ia morrer. Não tinha entendido direito o que você disse e estava achando que ia ter que doar todo o seu sangue para a menina não morrer.
O médico se aproximou dele e com a ajuda da intérprete perguntou:
- Mas se era assim, porque então você se ofereceu para doar seu sangue?- Porque ela é minha amiga.

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.” João 15:13
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário