quinta-feira, 1 de outubro de 2009

CAMINHO PARA A BEM AVENTURANÇA.

“Bem aventurados os impolutos em seus caminhos, que andam na lei do Senhor.”
Bem aventurados. O salmista se sente tão arrebatado pela lei do Senhor que considera como estando conformado a ela seu mais elevado ideal de bem aventurança. Ele está olhando admirado para as belezas da lei perfeita, em outras palavras ele diz: “Bem aventurado é o homem cuja vida é a transcrição prática da vontade de Deus.”
Nosso desejo por felicidade não deve se3r maior do que o de sermos perfeitamente santos. Quando buscamos ser perfeitamente santos, a felicidade acompanha a santificação. É possível que o escritor tenha elaborado sob o senso de sua própria falha, e portanto “invejado” a bem aventurança daqueles cuja vida havia sido mais perfeita e santa que a dele; aliás, a própria contemplação da lei perfeita do Senhor na qual ele agora tem ingresso fosse suficiente para leva-lo a deplorar (lamentar, chorar, lastimar) suas imperfeições pessoais e a suspirar pela bem aventurança de um viver sem mácula.

Davi, assim como cada um de nós, foi falho e cometeu vários delitos; mas o que mais me chama a atenção, é a vontade de não errar (isso chama-se arrependimento) e viver uma vida íntegra perante Deus.
Estranho o fato de algumas pessoas não entenderem que isso pode ocorrer conosco; errar, se arrepender e consertar a vida! Paulo disse: “Aquele que está de pé, olhe para que não caia” e João completa: “Se alguém pecar, temos um advogado para com Deus o Pai: Jesus Cristo, o justo”.

Muitas vezes, sai de nossas bocas palavras não edificantes e julgadoras. Tiago fala disso: “da mesma língua procede bênção, como maldição”. O Senhor conhece a cada coração e é Ele quem pode saber a intenção de cada um de nós!

É bom abrir nossa boca com bênçãos. Quando não podemos concede-las, podemos apontar o caminho de sua obtenção; e ainda quando nem mesmo as possuamos, pode ser proveitoso contempla-las, para que nossos desejos sejam exercitados e nossas almas movidas a busca-las. A Lei do Senhor é muito proveitosa e são as Palavras de vida e bem aventurança!

Senhor, se não sou ainda tão abençoado ao ponto de não ser ainda contado entre os imaculados em teu caminho, contudo meditarei incessantemente na felicidade que desfrutam, e a porei diante de meus olhos como uma ambição a ser concretizada em minha vida.

Do modo como Davi começa seu Salmo, os jovens deveriam começar suas vidas; os recém convertidos deveriam iniciar sua profissão de fé; todos os cristãos deveriam começar cada dia. O bom começo já é meio triunfo!

O homem começou sendo bem aventurados em sua inocência; e se nossa raça caída visa ser bem aventurada outra vez, então ela deve encontrar a bem aventurança onde a perdeu no princípio, ou seja, conformando-se com os mandamentos do Senhor.
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário