sábado, 8 de janeiro de 2011

COMO RECEBER AS BÊNÇÃOS DE DEUS.



Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.” 
Tiago 4.3

Introdução: O imediatismo reina no presente século. A vida conectada, o mundo globalizado e muito mais. A vida das pessoas nunca foi tão sem privacidade; o tal do i fone e similares nos permitem a manter um relacionamento com todo aquele que quiser saber o que anda acontecendo em sua vida.
Não conseguimos mais esperar nada. Quando a pizza demora, ligamos reclamando a demora. Quando o resultado de um exame demora, idem. E por aí vai...
E as bênçãos de Deus então? Com o consumismo desenfreado, pessoas e mais pessoas procuram a Deus, como se ele fosse um “Gênio da Lâmpada Mágica”. Será que só acontece nas igrejas da falca prosperidade?

Quero contar uma pequena estória:
O CELULAR DOS ETs
Um sujeito encontrou um celular no quintal da sua casa. Estranhou as letras e os números, mas, ao apertar as teclas, uma ligação se completou: 
- Alô? 
- Alô... quem fala? 
- É o seguinte, eu encontrei este celular no quintal da minha casa. Por acaso, ele lhe pertence? 
- Sim, ele caiu da nossa nave, enquanto fazíamos umas manobras. 
- Nave? 
- Sim, você pode guardá-lo para nós, até à nossa volta? 
- Claro! Vai ter alguma recompensa? 
- Recompensa? Não havia pensando nisso, mas, tudo bem. Vou recompensá-lo, sim! Faça o seguinte, quando você precisar de alguma coisa, aperte a tecla dourada e faça um pedido.
- Como? 
- Essa vai ser a sua recompensa, quando você precisar de alguma coisa, basta apertar a tecla dourada...
 tuh, tuh, tuh... 
Nesse momento, a ligação caiu. O sujeito não entendeu muito bem as instruções, mas, apertou a tecla dourada e disse: 
- Alô, ó, é o seguinte, ó, eu tô precisando de um emprego, será que você tem como me ajudar nisso? Um emprego, tipo assim, "manero", entendeu? Ganhar bem... perto de casa... Valeu? 
Ele estava tão ansioso que nem percebeu que desta vez ninguém atendeu à sua ligação, mas, de repente, o aparelho todo se acendeu, começou a vibrar e emitiu um feixe de laser em direção à uma empresa que ficava bem em frente à sua casa. Então, do nada, o dono da empresa saiu para fora e, mesmo contra sua vontade, sem entender porque, ofereceu-lhe em excelente emprego. Bom salário. Horário livre. Do lado de casa. Do jeitinho que ele pediu. Aceitou na hora! 
Era muita coincidência. Ele precisava testar o aparelho de novo. Como não tinha roupa adequada para o novo emprego, apertou mais uma vez a tecla dourada e pediu: 
- Alô, ó, esse lance do emprego foi legal, viu? "Brigado". Mas, é o seguinte, ó, eu tô precisando de umas roupas novas, também, entendeu? Sabe como é, né? Emprego novo... roupa nova.
Outra vez, ninguém atendeu a sua ligação e ele nem percebeu, mas o aparelho funcionou sozinho, de novo, acendeu-se todo, vibrou e emitiu um feixe de laser em direção ao seu guarda-roupa e, pimba! O guarda-roupa encheu-se de roupas novas. 
Ele ficou maravilhado com o poder daquele celular. No começo só pedia coisas essenciais, mas, logo estava pedindo coisas supérfluas, desnecessárias. 
Um ano depois os ETs voltaram e ficaram aterrorizados com a confusão que se tinha armado. Aquele sujeito tornara-se o maior e mais sanguinário ditador de toda a história da raça humana. Dominava o mundo inteiro. Todas as nações se ajoelhavam diante dele. Todos o temiam. Ninguém sabia como, mas, tudo o que ele falava acontecia. Fossem coisas boas ou más. Ninguém podia resisti-lo. 
Os ETs entraram de fininho em seu quarto fortificado e recolheram o aparelho, antes que o sujeito o usasse contra eles. 
Devo entender algumas coisas antes de pedir algo para Deus:

1.        Devo entender que para pedir, preciso ter fé:
O camarada que ligou no celular precisou ter fé que o dono do celular era um ET e mais ainda, que ao apertar a tecla dourada receberia tudo o que pedisse.
Para chegarmos até Deus em oração e pedir algo a ele, preciso de fé. Mas não apertar nenhum botão. Na verdade preciso esperar com paciência, coisa em extinção hoje em dia.

2.        Devo entender que Deus responde minha oração muitas vezes com um “não”.
O camarada de nossa estória, no começo duvidou que aconteceria aquilo que quisesse. Mas depois abusou. Posteriormente ficou sem o seu “brinquedo de bênçãos”, pois usava mal.
Preciso ter ciência de que o que estou pedindo é o que o Senhor quer. Pois só assim tenho certeza do “sim” de Deus, na hora oportuna.
Nada me impede de receber “bênçãos” que mais desejo em minha vida. Porém um dia pode ser que tudo isso acabe, pois Deus em Sua rica misericórdia me dá tantas coisas boas, porém não uso da forma certa, só uso para o meu bem, para satisfazer o meu ego, para beneficiar a mim mesmo. Um dia, Deus tem todo o direito de parar de me abençoar, e vou mais além, pode até tirar tudo o que tenho.

3.        Devo entender que se não for para a glória de Deus, é para meu prazer e o Senhor não tem prazer nisso.
Como o camarada de nossa estória não agradara os “ETs”, eles retiraram os recursos para crescimento dele.
Como servo de Deus, devo entender que tudo que tenho é do Senhor. Um final de semana com a família não é pecado, porém todos os finais de semana com a família torna-se idolatria, pois dou mais glória a família do que a Deus; um dia de descanso e um tempo para organizar minha bagunça em casa não é pecado, porém se tornar uma rotina, não agrada a Deus e logo tirando o prazer dele em minha alma.

Conclusão: Depois das Palavras do Senhor lida e esplanadas aqui, entendo que para receber aquilo que quero para mim, deve (acima de tudo) ser usado para a obra do Senhor, para a glorificação Dele e que Sua graça e misericórdia seja resplandecida em meu viver. O meu testemunho de gratidão já é uma forma de glorificá-lo.
Você tem agradecido a Deus pela casa que moras? Pelo carro que tens? Vou mais além, voltando à nossa origem, você tem agradecido os pais que tens? E os filhos? E a comida de cada dia? E a comunhão com os irmãos da Igreja? E a liberdade de culto?
Vamos dizer comigo: Obrigado Papai do céu!”
Quer receber de Deus o que almeja o seu coração? Peça coisas que são da vontade dele. Peça coisas que glorificam a Deus e use-as para tal.
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário  

Um comentário:

  1. Sao 2:28 am aqui nos estados unidos. eu vivo aqui ha 6 anos longe da minha familia e dos meus filhos sou viuva desde os 36 anos.vim pra ca sozinha na esperanca de ter uma vida mais confortavel pra mim e meus filhos que deixei com 14 e 19 anos sozinhos no brasil
    desde este dia aqui diferente de outros nao tenho sucesso trabalho pra brasileiros que estao a mais tempo aqui e pagam o minimo do que eles recebem. hj estou ganhando 200 dolares por semana Omenos de um salario minimo aqui)trabalhando pra dois brasileiros que chegaram ha 4 anos. orei tanto esta noite como em outras tb esperando alguma vitoria so peco uma casa tem brasileiro aqui que ja comprou nao sei qts casas, faz plastica esbanja. por que eu nao posso e nao consigo voltar ? que eu faco.?pq eu nao? nao e sufciente ja termos perdido o esposo de maneira tao absurda e traumatica e meus filhos/?pq eles tem de passar por isso tb viver sem o pai e sem a mae.?Acho que Deus esta me castigando.


    falta falar que moro com um americano mais pobre que eu.tentei ajuda-lo pois era alcoolotra e fiquei consternada com a situacao dele.pior que e a minha naquele epoca e momento. hj estou aqui no nada no meio de situacoes que circunstancias me colocaram.so deseperada infeliz sem fe .

    ResponderExcluir