sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

FESTA DE TODOS OS POVOS, SERÁ?



I JOÃO 2:15 “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele”.
Diz-se que o carnaval é a festa mais popular do Brasil. Pessoas de todas as partes do mundo viajam em direção ao Brasil, para participar da “folia” anual.
São milhões de reais gastos nos desfiles, bailes e trios elétricos. O povo caminhando para o mesmo rumo. Tem até uma parte de uma música de escola de samba que diz: “me leva que eu vou, sonho meu, atrás da verde e rosa só não vai quem já morreu...”
Eu digo porém, que a humanidade que vai atrás dessa festa diabólica muitas vezes nem sabe o que verdade esconde por trás do carnaval.
Deus diz em sua Palavra, em Romanos 6:1, 2 e 11: “Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.”
Falaremos agora um pouquinho mais sobre essa atividade do mau que atrai tantas pessoas, inclusive alguns “crentes”.

I. O CARNAVAL E SUAS “FESTIVIDADES”.
São quatro dias de “azaração”, de “festas” e de alimento carnal.
a) Bailes de salão:
Pessoas ficam descontroladas, embriagados e “sem donos”. Já se ouve: “- Na escuridão do salão, ninguém é de ninguém!” Músicas e marchinhas de carnaval são dançadas, apreciadas num movimento de empurra-empurra... Vemos isso nitidamente na mídia. Propagandas de cervejas, e de preservativos são muito mais freqüentes nessa época.
b) Trio Elétrico:
Esse tipo de “folia” é muito conhecido e difundido na região do nordeste, principalmente na Bahia. É um estilo muito atrativo para as multidões que querem ficar ocultas nas festividades. Compra-se o famoso “ABADA”, veste-se e pronto, todos iguais para fazerem o que mais há de alimento carnal. Pessoas não vêem maldades em algumas coisas, mas não sendo legalista e tradicionalista ao extremo, devemos analisar tudo aquilo que ocorre no meio da “folia”. É homem “passando a mão” em mulher e vise versa, é a linguagem e bafos deploráveis!
c) Desfiles:
Não poderia ficar de fora os desfiles de escolas de samba. Para começar a falar, devemos pensar nos valores gastos para os fins. São milhões em carros alegóricos, muito dinheiro em instrumentos de percussão, em fantasias também, com exceção das mulheres semi-nuas, ou até mesmo nuas, apenas com tapa sexo e pinturas no corpo.
Você receberia em sua casa uma pessoa pelada com a maior naturalidade? Você colocaria seu filhos e netos para conversar com alguém que está nú?
O sexo sem controle, homens e mulheres pelados, bebedeira por todos os lados, etc; será que é isso que você tem colocado dentro de sua casa ao longo dos anos?

II. O POVO DE DEUS PODE FAZER PARTE DO CARNAVAL?
O nosso texto base da mensagem já diz para não amarmos o mundo. Não há como servir dois senhores! Conheço pessoas que já foram a desfile de escola de samba. E ouvi o que eu já imaginava: “não é ambiente para crente, pois tem muita gente bêbada, palavreados chulos e muito desrespeito.”
a) Não! Porque Deus não é glorificado nesse local e festa.
Certamente não se lê a Bíblia, não se louva a Deus e nem mesmo há preocupação com a morte de Jesus no calvário. Um lugar que não se pode ler a Palavra com toda a reverencia não glorifica-se a Deus. Um lugar onde não há louvor a Deus também não glorifica-se a Deus. Onde as pessoas nem sabem ou nem se preocupam com o sacrifício de Jesus, não é um lugar de adoração a Deus.
b) Não! Porque não é um ambiente que edifica.
Tudo que o crente faz, deve ser para a edificação do corpo de Cristo. O corpo é constituído de muitos membros. Cada membro deve ser edificado com as atitudes de outros membros. Como explicar? Bom, com uma atitude da mão a boca pode trabalhar e o organismo todo ser abençoado com o alimento. Isso é edificação.
c) Não! Porque fazendo isso estamos amando as coisas do mundo.
Como diz o texto em base, se amamos o mundo, o amor do Pai não está em nós. Isso é muito profundo! Deus nos ama tanto, mas cabe a nós receber e aceitar esse amor demonstrado e derramado a nós.

CONCLUSÃO:
Um alerta ao cristão! Tudo o que alimenta a carne é muito atrativo, mas sabemos que primeiro devemos buscar o Reino de Deus, onde não há pecado, nem malícia e nem maldade. As demais coisas são acrescentadas. Deus procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade. O apóstolo Paulo esmurrava a sua carne e nos alerta em I Tessalonicenses 4:7 “Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.”
Amados, vamos nos abster de toda a aparência do mal, fazendo só o que é reto perante o nosso Deus!
Que Deus nos abençoe!
Ricardo Hilário

Um comentário:

  1. Olá Ricardo,

    Realmente no carnaval, quem faz a festa é o diabo.
    Infezlimente muitas pessoas estão entregue a ele. O mundo está sem valores.

    Mas é uma pena que tem muita gente que se diz cristão e que participa destas festas, porque nós devemos nos afastar dessas coisas.
    Lugar de crente não é pulando o carnaval, é em acampamento das igrejas, com a familia...etc menos na festas.

    Mas o que podemos fazer é orar para que Deus tenha misericórdia deles.

    Um abraço.

    ResponderExcluir