terça-feira, 17 de janeiro de 2012

FÓRMULA DO CRESCIMENTO

“Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.” Efésios 4.16

Introdução: Primeiramente vamos analisar o contexto das palavras de Paulo; Paulo está orientando a Igreja de Éfeso sobre uma verdadeira unidade. Como um bom pregador, usa ilustrações em suas mensagens a fim de um melhor entendimento por parte dos irmãos.
Paulo estava preso e se preocupava com os Efésios, e por isso escreve-lhes esta epístola.
Paulo fala de algo muito importante na igreja e instrui de como o crescimento acontece.
Se soubermos a “Fórmula do Crescimento”, com certeza sabemos o que destrói o corpo de Cristo.

1.        Para crescer é necessário ter (v.1,2):
a.        Andar digno de do nosso chamado
Deus sempre une a doutrina com prática, ensinamentos e resultados práticos dos ensinamentos. A palavra “andeis” é muito usada nas Escrituras em relação a nossa conduta. Uma conduta (procedimento moral; comportamento.) não é sinal de que não vamos errar, mas é sinal de que ao errar percebo a necessidade de reparação dos danos causados.
b.        Humidade e mansidão
Essas virtudes só podem ser produzidas pelo Espírito de Deus que habita no crente. São totalmente estranhas à carne e ausentes na vida de muitos crentes. Humildade implica na ideia de simplicidade e mansidão implica em gentileza.
c.        Longanimidade em amor
Longanimidade é a conservação de uma atitude tranquila diante da adversidade e perseguição.

2.        Para crescer é necessário ser (v.3-7):
a.        Unidos, entendendo o que é unidade
Deus sabe essa unidade não seria sempre possível, pois uma pessoa sozinha não pode manter a união. Observamos que Paulo não exige essa unidade, pois só Deus pode criar esse laço, mas o crente deve resguardar a unidade do Espírito.
b.        Um só corpo físico e espiritual
O organismo do Senhor Jesus é composto de membros, onde Ele é o Cabeça. Isso significa que todos os crentes devem estar ligados nele. Esse corpo é a nova criação, o corpo mencionado em Efésios 1.23.
c.        Todos irmãos, em meio a adversidade
“Um só Espírito” – O Espírito Santo que habita em cada crente;
“Um só Senhor, uma só fé, um só batismo” – Paulo enfatiza a unidade nesse trecho. O batismo aqui destacado por ele condiz ao batismo do Espírito Santo (I Coríntios 12.13).
3.        Para crescer é necessário fazer nossa parte (v.11,12):
a.        Entendendo o Dom de Deus
Apóstolos cessaram; Profetas cessaram; Evangelistas existem; Pastores e mestres existem.
Apóstolo foi um ofício especial nos primórdios da igreja. Os apóstolos não tiveram sucessores. Executaram uma obra única a mando do Senhor Jesus (Efésios 2.20)
Profeta era um porta voz de Deus. Era alguém que recebera uma revelação direta, a qual deveria transmitir aos homens (Efésios 2.20). Esse ofício foi temporário também na igreja, pois não houve mais profetas no sentido técnico depois de completo o Novo Testamento.
Evangelista é aquele que proclama as boas novas, que pregam o Evangelho de Salvação.
Pastores e mestres refere-se a mesma pessoa; a primeira palavra refere-se àquele que cuida das ovelhas e a segunda refere-se àqueles que são professores; o verdadeiro pastor deve proceder em um ministério de pregação expositiva da Palavra de Deus, discipulando as ovelhas.
b.        Respeitando o trabalho do outro
Todos devem exercer o ministério, não apenas o pastor. Devemos nos respeitar e cada um usar o dom que Deus nos concedeu.
c.        Para que que o corpo seja edificado e não somente membros isolados
A unidade dos crentes em Cristo tente para uma unidade na fé e no conhecimento.
4.        Para crescer é necessário continuar o exercício (v.13,14):
a.        Para pensarmos uma mesma coisa
A fé em si mesma já é uma porção limitada da verdade. Sendo assim, se temos a mesma fé, pensamos a mesma coisa.
b.        Para conhecermos o mesmo Deus
Quando não sou um crente individualista, ou seja, um crente composto, estou no corpo e todo o corpo segue um cabeça e esse Cabeça é Cristo.
c.        Para não sermos enganados por falsas doutrinas de engano frauduloso
A única maneira de percebermos as falsas doutrinas é conhecendo a verdadeira. Por isso devemos chegar ao conhecimento do Filho de Deus, à maturidade cristã. Não preciso estudas as notas falsas de dinheiro, apenas basta eu saber qual é a característica da genuína.
5.        Para crescer é necessário seguir a verdade em amor (v.15,16):
a.        Pois o crescimento é aparente
É possível seguir a verdade e não fazê-lo em amor, porém Deus quer que sejamos maduros e adultos. Temos uma cabeça absolutamente perfeita, o próprio Cristo.(1 Coríntios 2.16)
b.        Pois crescendo ordenadamente o corpo não sofre mutações
Observamos a perfeição do corpo humano; ele é perfeito. Por isso a ilustração para o comparativo ao corpo de Cisto. Todas as partes devem trabalhar em conjunto. (1 Coríntios 12.12)
c.        Pois esse crescimento é de maneira edificante
Pois o povo de Deus deve ser diferente do mundo. Os crentes podem crescer ordenadamente, pois são guiados pelo bom Pastor. (João 10.11-14)

Conclusão:
Não adianta querer crescer sozinho, pois o corpo ficará “perneta”, “maneta”, enfim, deformado
Devemos lutar para acabar com as diferenças
Devemos ser um corpo sadio e obedecer o Cabeça
Devemos sempre fazer as coisas para edificação e não para a destruição do Corpo de Cristo
ESSA É A FÓRMULA DO CRESCIMENTO.
Que Deus abençoe

Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário