segunda-feira, 12 de setembro de 2011

POR QUE MISSÕES?


 “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” Atos1.8

Introdução: Todos quantos receberam Jesus como Salvador, foram comissionados a fazer missões. Quando recebemos o Espírito Santo na conversão, somos impulsionados por Ele a falar do Senhor Jesus. Somos testemunhas de Cristo, mesmo sem ter visto a Ele em carne, somos testemunhas do amor que nos envolve.
Encontramos no Velho Testamento o ponto fundamental das missões: O homem caiu em um estado de perdição e desespero, por causa de sua desobediência; Deus prometeu um Redentor, que havia de salvá-lo da perdição e castigo Eterno.
No Novo Testamento, as missões tornaram-se um imperativo claro para o crente, uma ordem dada pelo próprio Salvador, o Senhor Jesus Cristo, para que se leve a mensagem de redenção por todo o mundo.
Na Bíblia não encontramos a palavra “missões”, mas baseado no que significa missão, entendemos que é isso que o nosso Senhor Jesus ordena.
Missão: Ato de enviar; incumbência; comissão diplomática; sermão doutrinal.
Todo crente deve ser um missionário. Pregar missões, viver missões, respirar missões, sustentar missões e entender missões.
Deus chama uns para levar o Evangelho até os confins da terra, outros para conseguirem dinheiro a fim de que os outros possam ir, e todos para orar e testemunhar onde quer que se encontrem. Quero trazer alguns pontos da ordem que é para todos os crentes, uma ordem dada pelo próprio Jesus que te salvou.


1. Um lugar designado (Mateus28.16)

Em Seu ministério, Jesus combinou com os seus discípulos um encontro na Galiléia, após sua ressurreição (Mt26.32; 28.7,10).
Lá no tranqüilo cume da montanha, sozinho com seus discípulos, Ele lhes deu, e também a nós, as ordens de marcha da Igreja.
Jesus marcou um encontro contigo nesse momento. Ele já está a diante de ti e quer falar contigo, assim como falou aos discípulos. Abra o seu coração e entenda a ordem de Jesus para a sua vida.


2. O fundamento para a comissão (Mateus 28.18)

A Grande Comissão está baseada na absoluta autoridade que Cristo possui no Céu e na Terra. As perguntas que devemos fazer agora são:
·         Até que ponto permitimos que Jesus tenha autoridade sobre nossas vidas, hoje?
·         É Ele o Rei de nossas vidas?
·         Executamos Suas Mínimas ordens?
A ordem de Cristo fundamenta-se na autoridade que Ele tem em nossas vidas.
Você marcou um encontro com Deus e Ele está a falar ao seu coração neste exato momento.


3. O imperativo (Mateus 28.19)

Neste texto, o único verbo do modo imperativo é “fazei”, isso mesmo, “fazei discípulos”. Isso significa que, acima de tudo, Deus nos tem mandado fazer discípulos. Discípulos é muito mais do que aluno, é aquela pessoa que se converteu, amadureceu e é capaz de levar outros à Cristo, de discernir a Palavra de Deus e prevalecer em oração. De início,a tarefa do discípulo é fazer a evangelização que leva à conversão de almas aos pés de Cristo.
Deus espera de nós, “crentes velhos”, que permaneçamos ao lado do recém-convertido e o auxiliemos a crescer espiritualmente, até chegar a ser um seguidor do Senhor todos os dias, ou seja, um discípulo como nós.


4. A promessa (Mateus 28.20)

Na grande tarefa de alcançar o mundo com o Evangelho, temos uma promessa de Cristo estar conosco até a consumação dos séculos. De acordo com a língua original, a frase “todos os dias” é melhor traduzida como “todo dia”. Nas tarefas de cada dia, nos campos e no lar, em perigos, aflições, tentações e doenças, Jesus está conosco “todo o dia”.
Como é bom saber que Jesus está conosco em todos os momentos!
O fim da nossa tarefa evangelizadora é o arrebatamento da Igreja. Até lá, o Senhor está conosco e o Espírito Santo nos capacita a levar a mensagem de Salvação e Redentora de Cristo. Por esse motivo, continuemos a trabalhar, a fim de alcançar o mundo, indo ou contribuindo e orando, até que Ele volte novamente. Não podemos, de modo algum, abandonar a grande tarefa que temos à nossa frente.

Conclusão: Revestidos do Espírito Santo, devemos anunciar as Boas Novas de Salvação. Em Atos, encontramos a história da grande expansão missionária em Jerusalém e na Judéia, em Samaria, e confins da Terra. Os doze apóstolos obedeceram à ordem de seu Senhor e todos se tornaram missionários em vários lugares. A história nos conta que todos morreram como mártires, com exceção de João, que foi exilado da Ilha de Pátmos por causa do Evangelho.
Há um fundamento nítido para se fazer missões no Novo Testamento. Não há outra comissão maior do que a de fazer discípulos de todas as nações. É por isso que nossa igreja tem um plano missionário e devemos apoiar cada vez mais esse propósito de Deus em nossas vidas.
Por que fazer missões? A reposta é muito simples: Porque sou um salvo, tenho o Espírito Santo em mim e devo ser uma testemunha do Senhor Jesus até a sua volta.

Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário