quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A FORÇA DO SALVO



Salmos 27.1
         “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei?”
Introdução
Para encarar mais um ano que se inicia é necessário ter muita força para não desanimar com os problemas e dificuldades da vida. Pensando nisso, quero apresentar alguns pontos que faz com que o salvo por Cristo seja forte a ponto de torna-lo invencível!
Conta-se que um menino tentava em vão levantar uma sacola pesada demais para ele. Seu pai, ali ao seu lado, esticava o braço e abrindo a mão, dizia-lhe:
- Use toda a sua força que você consegue, meu filho.
Ele tentou mais uma ou duas vezes, sem sucesso.
E o pai falava as mesmas palavras e repetia o mesmo gesto.
- Eu não consigo, pai - desabafou o menino.
- Olhe para mim, filho, disse o homem e, mexendo os dedos e olhando para a sua mão, repetiu vagarosamente, use... toda... a... sua... força!
Só então o menino entendeu que o pai estava esticando a mão para pegar numa das alças da sacola. Ele não estava só. Seu pai estava ali ao seu lado para lhe dar uma força.

1.   Devemos reconhecer quem é nosso Deus.
O salmista diz: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação”.
Ele reconhece que sem o Senhor ele não passa de cego sem salvação. A partir do momento que reconheço quem é o Senhor, posso então confiar nesse Senhor e ouvir a Sua voz.
O menino da nossa história conhecia seu pai, ouvia seu pai, no entanto não entendia-o quando via suas forças insuficientes. Só a partir de quando olhou para seu pai e buscou entende-lo é que notou que ele estava do seu lado para o ajudar.
Posso estar ao lado do Senhor e não ver que Ele está de mãos estendidas para me ajudar a carregar minhas “sacolas” pesadas.
 
2.   Devemos confiar em nosso Deus
O salmista diz: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei?”
Quando temos a luz do Senhor e somos salvos, temos a plena confiança de que nenhum mal pode nos atacar e vencer. Devemos nos esconder nas asas do Altíssimo sabendo que Ele é a nossa força!
Não devemos entregar nossa confiança a Deus pela metade. Confiar representa uma entrega total; entrega de vidas, bens, talentos, tempo...
Esses são alguns dos marcadores de seu termômetro espiritual. Quanto mais atitudes assim, mais confiança temos em Deus.

3.   Devemos receber a força que vem de Deus
O salmista diz: “O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei?” Depois de reconhecermos quem é o nosso Deus e depositarmos nossa confiança totalmente Nele, devo receber a Sua forma para a caminhada de mais um ano que se inicia.
Só o Senhor é a força da nossa vida! Seus bens não podem fazer isso, seu cônjuge não pode fazer isso, seus pais não podem fazer isso, seu dinheiro não pode fazer isso, mas o Senhor pode!
O menino da nossa história só pode receber a ajuda de seu pai a partir do momento que olhou para as mãos do pai e entendeu os gestos.
Após receber a força do Pai, podemos encarar qualquer “sacola” ou “caixa” pesando toneladas.

Conclusão
Que possamos reconhecer a cada dia quem é o nosso Senhor e que com Ele possamos seguir com toda a força, pois a verdadeira força vem Dele. Pois em Cristo somos mais do que vencedores.
Quer força e poder maior? Nas lutas e problemas devemos buscar ao Senhor. Nos momentos de alegria devemos buscar ao Senhor. Nos momentos de tomadas de decisões devemos buscar ao Senhor. Em fim, o segredo para uma vida vitoriosa e cheia de força e vitórias é buscar ao Senhor e andar entendendo a Sua vontade.
Ele quer carregar nossas “sacolas pesadas”, Ele quer ser nosso auxílio em todo o momento.
Basta permitirmos que assim o faça.

Que o Eterno nos abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário