segunda-feira, 21 de maio de 2012

ENCONTROS NOTÁVEIS COM JESUS: A MATEMÁTICA DO MILAGRE


" E, tendo mandado que a multidão se assentasse sobre a erva, tomou os cinco pães e os dois peixes, e, erguendo os olhos ao céu, os abençoou, e, partindo os pães, deu-os aos discípulos, e os discípulos à multidão." Mateus 14.19
Introdução: Nesse encontro que teremos com Jesus, ele nos ensinará sobre a matemática do milagre. Antes de haver a multiplicação de Jesus, devemos fazer as outras operações matemáticas e entender como fazer.  Apliquemos em nossas vidas a matemática do milagre observando o que o texto nos expõe:
                                  
      1.     Subtração: Acabar com a hipocrisia. V.15
A preocupação dos discípulos não era com a multidão, como pode parecer à primeira vista. Nos versículos de 1 a 12, vemos a morte de João o Batista e isso declara que os discípulos estavam, naturalmente, assustados e com medo que algo ruim também acontece a eles e a Jesus. Apesar do seu discurso tão piedoso, eles, na verdade, queriam apenas se livrar daquela gente, pois uma multidão com fome sempre é um grande problema e um tumulto facilmente poderia se desencadear com eles no centro das atenções, e com grandes chances de serem responsabilizados pelo desastre. Em outras palavras, eles estavam sendo hipócritas. Mas Jesus não aceitou a desculpa dos seus discípulos e disse (v.16a): “Não é mister que vão;”. Jesus tira primeiro dos corações dos discípulos a hipocrisia, antes de fazer o milagre.
Conta-se que um jovem vivia se negando à obra de Deus, alegando para o seu pastor que não tinha tempo, pois trabalhava de dia e estudava à noite. Mas sua máscara caiu no dia em que ele arranjou uma namorada. A partir daquele momento ele arranjava tempo de sobra para namorar, todos os dias e aos finais de semana. Isaías 29.13 diz: "Este povo... com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim..."
Hipócrita é aquele pecador que antigamente fazia tanto pelo pecado e agora faz tão pouco por Jesus:
      · Antes, ele andava a distância que fosse para satisfazer seus desejos. Agora acha que a igreja é longe.
       · Enfrentava qualquer tempo. Agora qualquer chuvinha o faz faltar aos cultos.
       · Gastava grande parte do seu salário para sustentar seus vícios. Agora acha o dízimo pesado.
       · Gastava horas com bares, festas, jogos etc. Agora acha que um culto de 2 horas é inadmissível.
·         Dava tudo de si para as coisas do mundo. Agora nega seu tempo, recursos e talentos para Jesus.

      2.     Soma: Agregar responsabilidades. V.16
Jesus foi claro a dizer (v.16b) "Dai-lhe vós de comer". É responsabilidade dos discípulos a fome da multidão! Jesus não fará nenhum milagre de multiplicação enquanto não assumirmos a nossa responsabilidade. Jesus faz a parte dele, aquilo que está ao nosso alcance, nós é que devemos fazer. Exemplo: A procura de um emprego novo, a cura de uma enfermidade, a evangelização, a felicidade no casamento, e assim por diante. Jesus faz o milagre na vida de um servo, para Sua glória! Lembram-se do cego que Jesus curou com lama de seu cuspe? João 9.1-3
video

Jesus vai multiplicar, mas não para mim, para eu satisfazer meus desejos e caprichos, mas para que NÓS tenhamos condições de dar conta das nossas responsabilidades.
O problema dos das famílias não é problema do pastor, É PROBLEMA NOSSO.
O problema dos jovens não é problema do pastor, É PROBLEMA NOSSO.
O problema dos empregos não é problema do pastor, É PROBLEMA NOSSO.
O problema dos fracos na fé não é problema do pastor, É PROBLEMA NOSSO.
Vamos fazer nossa parte, orando, visitando, aconselhando, apoiando...

      3.     Divisão: Devemos dividir o que temos. V.17-19
Antes de ver a multiplicação, os discípulos tiveram que colocar seus escassos recursos nas mãos de Jesus e vê-lo dividindo o pão (v.19c). Os discípulos entregaram o que tinham e Jesus dividiu para todos. Antes de vermos o milagre da multiplicação em nossas vidas, temos que fazer o mesmo. Temos que colocar  todos os nossos recursos em suas mãos e deixá-lo dividir à vontade.
Provavelmente Jesus vai ordenar que você divida seu tempo, bens e talentos, antes de multiplicá-los. Então verás que terás tempo para a Igreja, para os ensaios, para cuidar da casa, para namorar, para estudar, etc. e etc...

      4.     Multiplicação: O milagre acontecendo. V.20-21
Esta operação da Matemática do Milagre não é o homem quem faz. É Jesus! Quando o homem, de todo o seu coração e sem reservas, faz as três primeiras Operações, Jesus, sem pestanejar, faz a última: A tão esperada e maravilhosa multiplicação!
Não vai faltar, nem para você nem para ninguém. Os escassos recursos dos discípulos eram insuficientes até para eles mesmos, mas, nas mãos de Jesus, eles se multiplicaram e todo mundo se fartou e ainda sobraram 12 cestos.
Em que temos empregado nosso tempo?

Conclusão: - Diminuamos a hipocrisia (até acabar com ela).
- Somemos as responsabilidades (o problema é nosso).
- Dividamos nossos escassos recursos (tempo, bens e talentos).
Não faltará nada para nós, se aprendermos as operações matemáticas do milagre.
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário