quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

SEGURANÇA! USE SEM MODERAÇÃO.


“Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia.”
2Timóteo1.12

Introdução: Segurança é um assunto muito falado em nosso cotidiano, é algo que todos buscam. Temos a segurança no trabalho, a segurança nos esportes, a segurança patrimonial, a segurança financeira, a segurança profissional, entre outras.
            Ter segurança é saber que nada vai atrapalhar uma determinada coisa em sua vida. Exemplo: tenho segurança que meu carro está seguro para uma determinada viagem, então entro no nele e fico confiante de que ele não vai quebrar no meio do caminho.
            Em nossa vida espiritual devemos também ter algumas seguranças, as quais quero destacar algumas a seguir:

        1. Segurança na comunhão com Deus.
Paulo tinha convicção de que sua comunhão com Deus era tanta, que confiava toda a sua vida a Ele.
            Deus sempre se revelou ao homem, mostrando o Seu desejo de comunhão. No início de tudo, Deus criou o homem e andava lado a lado a ele, conversava diariamente com o homem.
            O homem estragou tudo, deixando que o pecado fizesse parte de sua vida. O pecado separou o homem de Deus, porém existe um modo de comunhão perfeita com Deus e esse modo é único: o nome desse modo é Jesus.
            Conhecendo Jesus e reconhecendo o Seu sacrifício feito por nós, podemos gozar de segurança de uma comunhão com Deus, conferindo-nos o poder de sermos feitos filhos de Deus.
            E você, já teve um encontro com Jesus? Ele é o único caminho para te levar à comunhão com Deus o Pai.
            Deus quer ter comunhão com você, e tratou de dar um caminho, um modo para isso acontecer. Encontre esse “caminho” e viva em comunhão com Deus!

2.          2. Segurança nas leituras devocionais.
Assim como Paulo sabia em quem cria, era a sua relação com Deus. Certamente, Paulo conhecia toda a Escritura (na época o A.T.), conhecia toda a Lei, não pra menos, pois era membro do sinédrio*.
            Como posso ter segurança nas minhas leituras devocionais? Controlando o meu tempo e gerenciando-o da melhor forma possível.
Hoje em dia está tão simples de ler a Palavra de Deus! Há a Bíblia em diversas formas:
·         Escrita em várias línguas (tradicional);
·         No celular;
·         Na internet;
·         Em CD...
Pois é, o acesso a nós brasileiros está tão fácil que vale a pena valorizar isso e separarmos um tempo para ouvir a voz de Deus, praticando nossa vida de devocionais.
      Deus pode até ter comunhão conosco, nos ouvindo, nos ajudando, enfim, nos abençoando. Mas como está o nosso escutar, ler e discernir aquilo que Ele quer para as nossas vidas?
Vou conseguir discernir, se em primeiro lugar, tiver uma vida regada de devocionais diárias.
   
             3. Segurança nas promessas de vida eterna.
Paulo sabia que Aquele a quem ele cria, é Poderoso para guardar o seu tesouro até aquele dia. Com convicção tremenda escreveu na carta o quanto confiava e tinha segurança de sua recompensa, a VIDA ETERNA!
            Quero aqui deixar claro que a vida é prometida em vários lugares nas Escrituras e a única forma de termos segurança nela é ouvindo a voz de Deus.

Conclusão: Como um filho de Deus, você pode desfrutar da segurança em desfrutar a vida eterna com o Senhor.
            Seja seguro em sua comunhão com Deus e leituras devocionais, pois assim ouvirá de Deus o quanto ele te ama e te assegura a Salvação em Cristo.

Que Deus te abençoe.
Ricardo Hilário
 *O Sinédrio
 O sinédrio era o conselho de juízes - uma espécie de corte suprema - que operava em Israel por volta da época de Jesus. Durante o período em que o sinédrio existia, outras nações reinavam sobre Israel. Esse corpo de líderes consistia de 71 membros e fazia seus negócios em Jerusalém.
Fonte: iLúmina

Nenhum comentário:

Postar um comentário