sexta-feira, 10 de maio de 2013

AVIVAMENTO É NECESSÁRIO!



Texto: Habacuque 3:2
“Ouvi, Senhor, a tua palavra, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia”.


INTRODUÇÃO:
A palavra avivar significa: “tornar mais vivo; realçar; despertar; fomentar; reanimar-se; aumentar; vivificar.”
Também pode se referir ao esquentar-se do frio, ou aquecer-se. Este é o sentido também em que a palavra é usada no meio cristão. A expressão avivamento se tornou o objetivo do cristianismo. Avivamento é a manifestação operada pelo Espírito Santo entre os salvos, tornando-os mais próximos do Senhor.
Na Coréia do Sul, em 1987, houve um grande avivamento. Dos 40 milhões de habitantes, 10 milhões foram salvos, 15 igrejas eram fundadas por dia.
  • O que aconteceu com estes povos para que experimentassem o avivamento?
  • Seria possível um avivamento também em nosso meio?
  • O que é necessário para que ocorra um avivamento?

Para um verdadeiro avivamento temos algumas exigências:

I – A igreja precisa de um clamor e busca do objetivo em ORAÇÃO.

II Crônicas 7:14

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”.

A-  A importância da oração.
Grandes homens de Deus se tornaram grandes porque se humilharam perante Deus em oração.
A oração é a primazia do avivamento.
A oração é muito importante e não deve ficar de fora no processo de crescimento e avivamento do povo de Deus!

Conta-se a história de um soldado que se ofereceu para atravessar o campo de batalha para resgatar um colega seu baleado. No entanto, ele disse que somente iria às 09h.
Às 09h, ele foi, e, sem levar um só tiro, trouxe o seu amigo ferido.
Curiosos, seus amigos perguntaram-lhe qual era o segredo.
Ele então lhes explicou que, antes de partir para a guerra, sua mãe havia lhe dito que, todos os dias, às 09h, estaria orando por ele.

Sem oração no nosso meio, não haverá avivamento; não teremos cultos abençoados se o povo não estiver orando; não teremos um pastor em nossa congregação se não orarmos; não nos organizaremos igreja enquanto não houver oração neste sentido; não teremos “casa cheia” com pessoas em pé enquanto não houver oração!

B-  O motivo da oração.
A oração deve ter como propósito engrandecer a Deus, bem como levar os homens à humilhação diante de Deus.
Através da oração confessamos os nossos pecados e alcançarmos o perdão divino.
Uma vida de pecados é que nos impede de mantermos uma vida de oração.
A oração é o combustível para nosso espírito!
Sem uma oração para a conversão dos maus caminhos não haverá avivamento.
Sem oração, nós nos tornamos espiritualmente enfraquecidos.

Quantas vezes você tem orado pelo culto?
Você tem orado pelo mensageiro do Senhor para pregar com poder?
Quanto tempo você investe em oração em sua semana?

Não diga que não tem tido tempo para orar; reserve um tempo para isso!

Nunca saberemos o que é um avivamento se não mantivermos uma vida de oração.

II – A igreja precisa investir seu tempo em preparação para a PROPAGAÇÃO do Evangelho.

II Timóteo 4:2

“Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo. Redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.”

A- Usando os meios de comunicação.

Um missionário chegou a uma aldeia afastada e lá havia um bar com uma placa da Coca-Cola.
Perguntou a um nativo se já havia ouvido falar sobre Jesus, e ele perguntou:
É uma outra marca de refrigerante?

A Coca-Cola é mais conhecida no mundo que o Senhor Jesus Cristo, isto porque eles investiram milhões de dólares em propaganda.

Quanto temos investido para propagar o nome de Jesus?

Nunca houve tantos avanços nos meios de comunicação. Vivemos a era da informação rápida, a internet com banda larga ou wireless (sem fio), o celular, os palms, os e-mails, os sites, os out-doors, revistas, jornais diários, etc.
A linguagem é rápida e colorida.

Como manter vivo o evangelho diante desta dinâmica forma de comunicação dos nossos dias?
Se as propagandas se ajustaram às condições modernas, por que não aprendermos com isto?
Por que não nos esforçamos para propagar o evangelho aos quatro cantos do mundo?
Além dos meios de comunicação, é preciso também observamos os valores culturais de cada povo para alcançarmos mais pessoas com o evangelho, precisamos conhecer o povo e a sua cultura para termos condições para testemunhar.
Não podemos permitir que barreiras culturais impeçam a propagação do evangelho que é supra-cultural.

O evangelho precisa ser propagado para que haja um verdadeiro avivamento no meio cristão.

B- Estabelecendo estratégias.

É necessário fixar com clareza os nossos alvos. O mundo e o nosso bairro devem ser alcançados simultaneamente.
Assim, enquanto evangelizamos os nosso vizinhos, devemos investir nos missionários que estão no mundo afora estabelecendo igrejas.
Evangelismo e Missões são dois ministérios paralelos e não alternados.
O avivamento acontece quando o evangelho chega a um povo. Com a chegada desta mensagem de boas novas, vidas começam a ser transformadas, sendo tiradas dos laços do inimigo. Como reflexo, o povo de Deus é fortalecido ao ver almas sendo salvas.

Sem propagação do evangelho não pode haver avivamento.

III – A igreja precisa buscar a SANTIFICAÇÃO para ter um avivamento.

II Coríntios 7:1

“Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus”.

A-     UMA EXIGÊNCIA DIVINA.
Deus é puro e quer que estejamos próximos dele. Deus ordenou que nos tornássemos santos como ele é santo. Levítico 20:7 “Portanto santificai-vos, e sede santos, pois eu sou o SENHOR vosso Deus”.
Somente com vidas santificadas é que podemos ser úteis para o Senhor. Deus não pode usar vidas sujas em sua obra. II Timóteo 2:21 “De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra”.
Isso não é uma mera formalidade humana, mas uma exigência divina.

B-      UMA DECISÃO HUMANA.
A Igreja da Coréia foi marcada pela sua pureza, pois aqueles crentes decidiram se tornar puros de idolatria, puros de imoralidade, etc.

É verdade que é Deus quem nos santifica, através da ação do Espírito Santo, pela sua Santa Palavra. João 17:17 “Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade” mas a decisão é nossa.

Deus respeita nossas decisões, por causa do nosso livre-arbítrio. Quando decidimos viver sob o princípio do temor do Senhor, começamos então a termos vidas separadas para Ele.
A santidade não é algo que passamos a fazer, mas coisas que deixamos de fazer:
a-   Deixamos de decidir por nossa conta, aguardando a direção de Deus.
b-   Deixamos de satisfazer os desejos de nossa carne e nos interessamos em agradar a Cristo.
c-    Deixamos aquilo que nos contamina e nos separa de Deus.
d-   E passamos a ser guiados pelo Espírito Santo de Deus.

Esta é a santificação. Com vidas imundas jamais saberemos o que é um avivamento.

IV – A igreja precisa praticar a ADORAÇÃO para um avivamento de verdade.

Salmo 138:1

“Eu te louvarei, de todo o meu coração; na presença dos deuses a ti cantarei louvores”.

A-     ATRAVÉS DE UM LOUVOR GENUÍNO.
Quando o louvor está correto, o avivamento está próximo. É esse o motivo de tanta exigência por parte de Deus e transmitida por mim.
A verdadeira adoração tem princípios bíblicos, não vem de um mero interesse definido pela platéia. Estes princípios são claros na Bíblia.

Jesus definiu quem eram os verdadeiros adoradores. João 4:23 “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem”. São aqueles que O adoram em espírito e em verdade. Não pode, portanto, ser um louvor frio e apenas exteriorizado. Deve ser algo que brote de nossos corações. Nem pode ter como base uma corinhologia falsa, sem mensagem, comum nos lourvorzões das igrejas.
Na adoração deve haver verdades e princípios bíblicos envolvidos. Paulo chama este louvor genuíno de “cânticos espirituais”. E são cantados “ao Senhor” e não aos homens. Efésios 5:19 “Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração;“ Colossenses 3:16 “A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração”.

 O avivamento estará próximo quando cantarmos aquilo que agrada ao Senhor.

B-      ATRAVÉS DE UM LOUVOR CONSTANTE.
Discipline-se a louvar ao Senhor em qualquer situação, tanto por problemas quanto por bênçãos. I Tessalonicenses 5:18 “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”. Comece a louvá-LO todos os dias e o dia inteiro. Não espere para louvar ao Senhor somente quando estiver dentro da igreja ou no banheiro.
A nossa adoração a Deus deve preceder todos os nossos atos. E nem é somente cantando que louvamos ao Senhor.

Na Coréia, um homem organizou um time esportivo com o nome de Aleluia. Ele também ficou conhecido como Aleluia Joy.

Se não houver um genuíno e constante louvor ao Senhor, jamais haverá um avivamento do Senhor. É no meio dos louvores que Deus habita. Salmo 22:3 “Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel”. Quando louvamos ao Senhor de verdade, parece que o céu baixa aqui na terra e o povo treme. II Crônicas 5:13-14 “E aconteceu que, quando eles uniformemente tocavam as trombetas, e cantavam, para fazerem ouvir uma só voz, bendizendo e louvando ao SENHOR; e levantando eles a voz com trombetas, címbalos, e outros instrumentos musicais, e louvando ao SENHOR, dizendo: Porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre, então a casa se encheu de uma nuvem, a saber, a casa do SENHOR; E os sacerdotes não podiam permanecer em pé, para ministrar, por causa da nuvem; porque a glória do SENHOR encheu a casa de Deus.”
E se o céu baixasse aqui neste culto agora, como você reagiria?

Quando o louvor agrada ao Senhor, o avivamento está próximo.

V – A igreja precisa estar preparada para a PERSEGUIÇÃO.

II Timóteo 3:12

“E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições”.

A-     POR VIVER A PALAVRA DE DEUS.
Não pode haver um avivamento sem que haja uma decisão pessoal de se viver conforme a Bíblia ensina. Não adianta apenas sermos ouvintes, e sim praticantes da Palavra. Tiago 1:22 “E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos”.


É preciso vivê-la. Quando passamos a viver a Palavra de Deus é provável que seremos chamados de fanáticos pelo mundo, afinal, o mundo não aceita completamente o verdadeiro cristão.
Jesus, em João 17, orou para que tivéssemos vitórias sobre os problemas que o mundo nos causaria pelo fato de não sermos deste mundo. João 17:15-16 “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou.”
A nossa pátria é celestial, e não terrena. Quando passamos a viver como cidadãos dos céus aqui na terra, o mundo vai ficar incomodado conosco.
Um crente que não envergonha o evangelho de Cristo vai ser perseguido neste mundo. Não haverá perseguições aos cristãos que fizeram pactos sujos com este mundo vil e tornam-se “farinha do mesmo saco”.

A perseguição sempre esteve presente quando houve avivamento na história do cristianismo.

CONCLUSÃO:
Estamos vivendo o final dos tempos. Em Apocalipse, lemos no cap. 3:16, sobre a Igreja de Laodicéia.
Dela, o Senhor Jesus disse que estava pronto para vomitá-la de sua boca. Apocalipse 3:16 “Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca”.
A razão era porque a igreja era morna. Nem fria e nem quente. Esta tem sido a temperatura de nossas igrejas e vidas cristãs.
Muitos crentes não querem compromisso com o Senhor. Não oram, não evangelizam, têm vidas imundas, louvores apenas de boca e são amigos do mundo. Em conseqüência, o evangelho tem se restringido a poucos lugares.

Aviva-nos, Senhor!

O versículo inicial de Habacuque diz: “Ouvi, Senhor, a Tua Palavra, e temi, ...”

Não te causa temor ouvir a Palavra de Deus?

Que o temor ao Senhor e à Sua Santa Palavra nos leve ao avivamento

Nenhum comentário:

Postar um comentário