sexta-feira, 22 de março de 2013

APRENDENDO SOBRE MORDOMIA BÍBLICA - PARTE 2



Mordomia Missionária
Marcos 16.15
“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”
Introdução
Devemos falar e orar muito por missões. O Senhor Jesus deixou uma ordem imperativa a qual é estendida a todos os seus discípulos.
Como vimos anteriormente, a mordomia resume-se em cuidar do que é de outrem. Missões é a obra segundo o coração de Deus e só pratica Missões quem tem o coração voltado para Deus, que pensa como Deus e que ama como Deus.
Os obedientes cumprem a ordem de Jesus e são repletamente abençoados!
Como devo praticar a mordomia missionária?

1.   Orando pelos missionários e projetos.
 Quando oro por missões, oro para o crescimento da obra do Senhor, para o crescimento do reino de Deus.
Orar é lembrar, é se interessar pela manifestação de Deus em lugares antes não conhecedores da graça divina.
Na ultima quinta feira um casal de missionários vieram em nossa igreja para mostrar o projeto missionário entre os índios e o nosso dever é orar, apoiar espiritual e financeiramente.
É fácil estar no “ônibus” atolado e esperar que somente o pastor faça o trabalho de desatolamento do mesmo.
O importante é apoiar quem está a frente do batalhão, para que se sinta seguro de dar passos importantes em pró evangelho de Jesus Cristo.

2.   Interagindo com missões na Igreja local.
Interagir com missões é muito mais do que orar. Interagir é se inteirar das notícias missionárias, é se interessar por saber como estão os nossos missionários no campo e quais os resultados gerados por eles através do trabalhar do Senhor.
Interagir é falar de missões, é lembrar que todo segundo domingo de cada mês em nossa igreja reservamos para falar de missões, orar por missões e contribuir para missões.
Estar conectado com Deus nos ajuda a sermos crentes missionários!
Interagir com missões também é se dispor a ser um missionário, é estar sensível ao falar de Deus e dizer como Isaías: “eis-me aqui Senhor, envia-me a mim.” – Isaías 6.8

3.   Contribuindo para missões.
Conta-se que certa vez um menino ouvira uma mensagem sobre a obra missionária. Procurou, então, a esposa do pastor e entregou-lhe uma moeda de pouco valor.
Aquela senhora estava fazendo um embrulho com roupas, remédios e alimentos para enviar ao campo missionário. Ela, então, comprou um folheto com aquela pequena moeda e colocou-o dentro do pacote.
O folheto caiu nas mãos de um dos chefes da Birmânia, que por meio de sua leitura converteu-se ao evangelho. Mais tarde esse chefe, depois de haver experimentado as alegrias da salvação, falou da sua regeneração a seus amigos. Ao ouvirem seu testemunho, muitos deles também se converteram. Depois, foi organizada uma igreja que por sua vez, solicitou um missionário. Como fruto desse trabalho, quinze mil pessoas, direta ou indiretamente, foram atingidas pelo evangelho.
E tudo isso devido a uma pequena moeda dada com o coração.

O Senhor se agrada de nossa oferta dada de coração e é através dela que Ele pode fazer multiplicação nas mãos daqueles que estão no fronte da batalha: nossos missionários.
Deus conhece quando há alegria, mesmo em quem não tem para dar e dá aqueles centavos. Saiba meu irmão e minha irmã que o pouco com Deus é muito!

Conclusão
Não deixe de ser um apoiador do ministério de missões. Deixe o Senhor te usar e abençoe aqueles que nem se quer sabe o que comerão amanhã, pois vivem pela fé, abandonaram tudo e hoje seguem o mandamento do Senhor Jesus: “Ide por todo mundo.”

Deus seja louvado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário