sábado, 12 de junho de 2010

CRESCENDO EM CRISTO.

Eclesiastes 12:1
“Lembra-te do teu criador...”
História do grande peixe.

Era Jonas um profeta de Deus que recebeu o chamado de Deus para levar a uma nação cujo nome era Nínive. Jonas (o profeta fujão) achou que o Senhor não iria se zangar se fosse pregar em outro lugar (Társis). Jonas não queria ir pra Nínive porque era uma cidade de ladrões e a dificuldade de pregar lá seria muito grande, ele achou que possivelmente seria perseguido e acabaria perecendo. Mas ele não confiou em Deus. Deus então teve que mostrar a ele o quanto era pequeno e necessitava obedecer a Deus mandando uma tempestade sobre o navio que embarcou para Tarsis. Com o barco quase afundando, os marinheiros ficaram desesperados e começaram a jogar no mar tudo que era supérfluo. Começaram a invocar cada um o seu deus e viram que não adiantava. Jonas no entanto tinha descido para o porão do navio afim de esconder-se de Deus. O chefe do navio foi até Jonas e perguntou-lhe: “- Como é que você está dormindo? Levanta-te e peça socorro ao teu Deus. Pode ser que ele tenha pena de nós e não deixe a gente morrer.” Sabendo que a tempestade era porque Jonas fugia de Deus, jogaram ele no mar. Nisso veio um grande peixe e engoliu a Jonas... Então Jonas dentro do grande peixe se lembrou de Deus e viu que não era ninguém, orou ao Senhor para que Deus o tirasse de lá e automaticamente fez uma oração de entrega à Deus, na qual ofereceu sua vida em sacrifício e prometeu pagar o voto, ai sim Deus o ouviu e ordenou que o peixe vomitasse a Jonas.

• Abrindo nossas bíblias no livro do profeta Jonas, vemos uma história muito conhecida; vemos também (1:4) que a tripulação do navio era pagã e tinha outros deuses; vendo então que seus deuses não resolveram aquela situação, lembraram de Jonas (o profeta) um homem que temia a Deus (1:6).
• O desespero tinha tomado conta de todos no navio (1:14) – fazendo-os agora lembrar de Deus todo poderoso – pois Jonas tinha declarado a eles que a tempestade acontecia por causa de sua fuga da presença de Deus.

• JONAS COMEÇA ENTÃO SUA QUEDA PARA QUE DEUS POSTERIORMENTE VIESSE A LEVANTÁ-LO (mesmo sem ele saber).

Vemos a covardia e medo de Jonas; assim foi descendo e caindo por não confiar no Senhor e não obedecê-lo.
Jonas já tinha começado a descer (cair) pois fugia de Deus... Sabemos que não há outro caminho senão obedecer o que Deus nos ordena a fazer. Jonas começa fugindo de Deus (1:3) descendo para Jope (uma cidade portuária) desceu para dentro do barco. Deus, como é onipresente e onisciente, viu aquela atitude de Jonas e logo mandou ao mar um grande vento e grande tempestade (1:4). Jonas ainda continuava a fugir de Deus; desceu ainda mais, dessa vez para porão do navio, se deitou e dormiu um profundo sono (1:5).
Jonas desceu mas uma vez ao lançarem ele ao mar (1:15). Deus, afim de ensinar a lição a Jonas preparou um grande peixe (baleia Mateus 12:38-40) que viesse a engolir a Jonas e fizesse com que ele reconhecesse que precisava de Deus.

• JONAS COMEÇA ENTÃO RECONHECER QUE PRECISA DE DEUS, MAS AINDA DESCENDO...

Deus ainda lança Jonas no profundo do mar (2:3) e ele começa a exaltar a Deus e faz a promessa de oferecer sacrifício com a voz do agradecimento. Diz ainda: “o que votei pagarei: do Senhor vem a salvação” (2:9).
• JONAS COMEÇA AGORA SUA NOVA CAMINHADA; ABEDECER A DEUS E PREGAR PARA ARREPENDIMENTO DOS NINIVITAS. (3:3-5)

Vale a pena frisar que a história de Jonas não é uma simples alegoria como se diz por alguns líderes religiosos e teologias modernistas; temos a prova de que Jonas foi um personagem histórico e real (II Reis 14:25) e o caráter de Jonas é confirmado pelo Senhor Jesus em (Mateus 12:38-41). Não hesitamos em afirmar que, te,os aqui um fato e não ficção, uma história e não uma fábula.

Toda essa história tem o seu motivo. Além da conversão dos ninivitas, foi uma tipificação do nosso Senhor Jesus Cristo em sua morte e ressurreição, pois Ele ficou três dias na sepultura antes de ressuscitar; Ele foi enviado para morrer por nós (nos lavar de nossos sujos pecado) e só por Ele temos acesso ao Pai (João 14:6).

Como podemos ser lavados e ir para o céu morar com Jesus (ir para onde Ele foi)?
Reconhecendo que somos pecadores e não podemos nos salvar (Efésios 2:8,9) “porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de voz, é dom de Deus. Não vem das obras para que ninguém se glorie;”
É tão simples ser lavado pelo poder de Deus;
Mas as perguntas vêem:

1. Por que eu devo ser salvo?
Resposta: porque somos pecadores – (Romanos 3:23 – “porque todos pecaram e separados estão da glória de Deus;” Romanos 3:10 – “como está escrito: não há um justo, nenhum sequer.”)
Como vimos anteriormente: - não podemos nos salvar (Efésios 2:8,9)
Já estamos condenados – (João 3:18a – “Quem crê nele –Jesus- não é condenado; mas quem não crê já está condenado,...”)

2. Como Deus providenciou a minha Salvação?
Resposta: Cristo morreu por nós – (Romanos 5:8 – “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” I Coríntios 15:3 – “Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras”)

3. O que devo fazer para ser salvo?
Resposta: devemos receber a Cristo – (João 1:12 –“Mas, todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;”) devo recebe-lo pela oração – (Romanos 10:13 – “porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”) devo confessar diante dos homens – (Romanos 10:10 – “Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a Salvação.”)

4. Quando devo ser salvo?
Resposta: agora, pois o dia de amanha pertence a Deus, não sabemos se estaremos vivos nos próximos minutos. (Provérbios 27:1 – “não presumas do dia de amanha, porque não sabes o que ele trará.” Em outras palavras: “Não planeje coisas para o futuro, pois você não sabe o que vai acontecer amanhã.”)

5. Após isso o que acontece?
Resposta: temos a vida eterna – (João 5:24 – “na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.” – I João 5:13 – “estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.”)

PARA OS SALVOS EM CRISTO JESUS: voltando à história de Jonas; Por que, muitas vezes, nós (por que nós? Porque também me incluo) achamos que a vontade de Deus será algo que iremos desanimar? (Jonas 1:1-3).
Deus chamou Jonas para ir a Nínive. Jonas porém estava com medo de ir e pegou um navio que estava indo para a direção oposta – Tarsis (Pagou sua passagem: mais sedo ou mais tarde, pagamos pelos nossos erros). Nós conhecemos o resto da história. Jonas foi jogado para fora do navio e foi engolido por um grande peixe. Dentro do peixe, ele se arrependeu do que estava fazendo. O peixe o cuspiu para fora, e Jonas foi para Nínive. Por que nós achamos que o que Deus quer que façamos será horrível? Ele nos chama e sabemos que nos guia, e então, às vezes, nós fugimos para Tarsis para tentarmos ficar longe dele. Para onde você acha que Deus está chamando você? Você está pronto? Ou você está comprando uma passagem para Társis? Será que Ele vai te enviar um grande peixe para conseguir a sua atenção? Deus é um Deus amoroso e, mesmo que possam haver dificuldades, ele não chamaria você para fazer algo que você detesta sem nenhum motivo. Talvez você esteja com medo por causa de algo novo ou diferente, mas você não precisa ter medo achando que Deus está errado. Ele conhece você e sabe de sua capacidade, Deus não é homem para que minta ou se engane (Números 23:19 – “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não confirmaria?” Assim, quando Deus chama você para Nínive, vá depressa. A barriga de um grande peixe não é um bom lugar para se começar a confiar em Deus. (Filipenses 2:13 – “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.”)
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário