quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

DIVULGARAM O QUE SÓ EU SABIA!

Moisés, o homem que recebeu a tábua dos 10 mandamentos, que guiou o povo judeu no deserto, o homem que abriu o Mar Vermelho, enfim, um homem muito usado por Deus também falhou por detalhes que fariam a diferença no testemunho.
Segue relato bíblico...

Moisés já era homem feito. Um dia ele saiu para visitar o seu povo e viu como os israelitas eram obrigados a fazer trabalhos pesados. Viu também um egípcio batendo num israelita, um patrício seu. Moisés olhou para os lados e, vendo que não havia ninguém ali, matou o egípcio e escondeu o corpo na areia. No dia seguinte voltou e viu dois israelitas brigando. Então perguntou ao que maltratava o outro: - Por que você está batendo no seu patrício? O homem respondeu: - Quem pôs você como nosso chefe ou nosso juiz? Você está querendo me matar como matou o egípcio? Então Moisés ficou com medo e pensou: "Já descobriram o que eu fiz."

ÊXODO 2.11-14

Muitas vezes fazemos como Moisés. Matamos nosso “egípcio” pensando que ninguém está vendo, mas não devemos esquecer que Deus está de olho em nós!
As intenções de Moisés eram as melhores, pois quis defender seu “conterrâneo” da “surra” que levava.
Na Palavra de Deus tem vários relatos de homens que praticaram assassinatos; um exemplo é Davi, um homem de sangue. Assim como Davi, Moisés praticara um assassinato.
Muito bem, você acha que Deus se agradou da atitude de Moisés?
Os fins, não justificam o meio pelo qual Moisés se enveredou. Moisés pensou que ficaria encoberto seu erro, pois não havia ninguém vendo. Pois bem, muitas vezes achamos que ninguém está vendo nossa corrupção, mas lembre-se que Deus está vendo e que por mais simples que seja, tem um bocado de pessoas que estão olhando para nós e mais cedo ou mais tarde o Senhor revelará. II Sam.12:12 “Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol.”

Não surpreenda-se se alguém souber de algo que “acha” que ninguém sabe!
Que Deus abençoe!
Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário