terça-feira, 17 de novembro de 2009

COMO ALIMENTAR A IRA DE UM HOMEM.


· A ira é uma das emoções mais debilitantes com que nos defrontamos. Um motivo para ela nos enfraquecer e paralisar é por ser muito imprevisível – pode invadir-nos antes que percebamos... e pode usar muitas faces diferentes. Algumas vezes não passa de uma irritação, ou de uma frase ou palavra impensada que mais tarde nos arrependemos de ter dito. Ocasionalmente, porém, ela explode com tamanha força que resulta em atitudes hostis;
· Outra razão de ser debilitante é por ser tão pública. Não é possível ocultar a ira; ela se manifesta para quem quiser ver e lembrar;
· Davi, o homem notável que foi um exemplo de paciência durante anos sob a ameaça de Saul, finalmente perdeu o controle e, francamente, durante um período de tempo a ira o deixou temporariamente insano. Se não fosse por uma mulher chamada Abigail, ele teria cometido um assassinato.

UM RETROSPECTO, POR FAVOR...
· Naqueles dias a maior parte das pessoas que trabalhava no campo eram pastores. Elas cuidavam dos rebanhos de ovelhas e das manadas de cabras que pertenciam aos ricos senhores;
· Davi e seus 600 guerrilheiros lutavam contra várias tribos no deserto de Parã. Como tal, eles estavam protegendo também esses pastores do ataque de tribos selvagens que subitamente invadiam uma área, roubavam o gado e atacavam pequenas aldeias;
· Segundo o costume da época, quando havia a tosquia das ovelhas, era comum que o proprietário dos animais separasse um parte do lucro e desse aos que haviam protegido os pastores enquanto eles estavam nos campos;
· Davi e seus homens haviam vigiado fielmente os rebanhos de um homem chamado Nabal e ficaram sabendo que ele estava tosquiando as suas ovelhas. Vai haver então pagamento, pensou Davi, é lógico que depois da proteção cuidadosa que ele e seus homens haviam dado receberiam alguma remuneração. O problema é que Nabal é um homem mesquinho e não quer pagar.

OS PRINCIPAIS PERSONAGENS
· NABAL – Era um homem muito rico, seu nome significava “insensato”, mas era maligno em todo seu trato (1 Sm. 25. 2,3);
· Sua Esposa ABIGAIL – Era justamente o oposto. As Escrituras nos diz que era tanto inteligente como bonita (25. 3);
· DAVI – Cujos homens bem treinados haviam feito um trabalho de vigilância voluntário nos campos de Parã, no deserto perto do monte Carmelo.

OCORRÊNCIAS DE CONFLITOS NATURAIS
1º conflito era entre marido e mulher;
2º conflito é entre patrão e empregado;
- 1 Sm. 25. 5-8 – É interessante que Davi não tivesse procurado Nabal pessoalmente. Ele fez isso para não intimidar Nabal;
- A resposta de Nabal foi: 1 Sm. 25. 10-11
- Foi neste ponto que o problema começou. Davi perde o controle e se prepara para atacar uma “barata com uma espingarda”;

SOLUÇÕES SOBRENATURAIS
· 1 Sm. 25. 14-19 – Abigail decidi ajudar o seu marido;
· 1 Sm. 25. 20, 23 – Abigail já planejara o que fazer e o que dizer. Esse é o lado prático da sabedoria. Ela sabia exatamente como abordaria Davi ao encontrar-se com ele. Não se tratava de um improviso, mas de um plano bem pensado, e três coisas se destacam nele;
1. O tato com que ela tratou o assunto – 25. 24-25
2. Sua fé – 25. 30-31
3. Sua lealdade ao marido – 25. 36-37
· Depois de saber da notícia Nabal teve um derrame. Literalmente. Ele ouviu a história de como 401 guerreiros estavam a caminho para cortar-lhe a cabeça e ficou imóvel, com os olhos vidrados. Dez dias mais tarde: “feriu o Senhor a Nabal, e este morreu” 25. 38;
· Para Abigail e Davi, esta história tem um final feliz. Ao saber da morte de Nabal, Davi envia um pedido de casamento a Abigail e ela aceita!

LIÇÕES APRENDIDAS

1. ENFRENTE COM SABEDORIA OS CONFLITOS QUE SURGIREM;
2. RESOLVA CADA CONFLITO QUE SURGIR... E LIDE COM ELE SEPARADAMENTE;
3. SEMPRE QUE VOCÊ PERCEBER QUE NÃO PODE FAZER MAIS NADA, ESPERE.
texto extraído do livro "Davi, um Homem Segundo o Coração de Deus" cujo autor é Sharles Swindoll.

Nenhum comentário:

Postar um comentário