quinta-feira, 26 de março de 2009

QUE SUPRIMENTO!


O Senhor é meu Pastor; portanto, não me faltará SUPRIMENTO
“Preparas uma mesa perante mim” (Salmos 23:5)


A responsabilidade do pastor oriental é cuidar que as ovelhas sejam levadas a lugares onde há abundância de alimento e água. O pastor que frequentemente guia suas ovelhas a lugares onde “não possa preparar-lhes mesa à sua frente”, logo ficará sem rebanho ou sem emprego! A ovelha é incapaz de encontrar pastagem por si mesma. A pastagem tem que ser preparada pelo pastor. Como isso se parece com a nossa situação, nesse mundo sem pastos!


É nessa situação que aparece novamente o Senhor Jesus e Se oferece ao salvo como Pastor que sabe onde está o suprimento e como prepara-lo. Nosso Pastor traz, na largura de Seu peito, estas maravilhosas palavras de segurança: “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades, segundo suas riquezas em glória por Cristo Jesus”. Verdadeiramente, um dos nomes de nosso Deus é El Shaddai, cuja significação é “aquele que nutre”. É dele que recebemos nossa nutrição. É Aquele que, em Si mesmo, é o manancial de todo o nosso suprimento.


Muito progrediremos ao entendermos que a provisão de nosso querido Salvador para nós não é uma porção de “coisas”, mas é a Si mesmo.
Temos várias coisas que encontramos de suprimentos no Senhor Jesus:

No Senhor temos vida que nunca pode ser perdida; uma relação que nunca pode ser abalada; uma justiça que nunca pode ser mudada; uma aceitação que nunca pode ser posta em dúvida; um advogado que não perde causa alguma; um título que nunca pode ser apagado, o título de salvo e cidadão do céu! Uma justificação que nunca pode ser revertida; um selo que nunca pode ser quebrado; uma herança que nunca pode ser tirada; uma riqueza que nunca pode ser diminuída; uma paz que nunca pode ser destruída; uma alegria que nunca pode ser suprimida; um amor que nunca pode ser abatido; uma graça que nunca pode ser interrompida; uma força que nunca pode ser diminuída; um poder que nunca pode ser tirado; uma salvação que nunca pode ser anulada; um perdão que nunca pode ser rescindido; um livramento que nunca pode ser interrompido; uma segurança que nunca pode ser tirada; um consolo que nunca pode ser reduzido; um vitorioso que nunca pode ser conquistado; uma ressurreição que nunca pode ser impedida; uma glória que nunca pode perder suas cores.

Sim, Cristo é tudo na visão do Pai. Cristo é tudo na mensagem do Espírito. Cristo é tudo nas páginas das Escrituras Sagradas. Cristo é tudo na manhã da Criação. Cristo é tudo na meia-noite do pecado. Cristo é tudo na Graça espiadora. Cristo é tudo em tudo!Essa é a mesa que Ele prepara para nós, nas pastagens verdejantes que, de outra maneira, seriam dificuldades invencíveis e insolúveis. Certamente podemos dizer como Davi: “o Senhor é meu Pastor; portanto, não me faltará suprimento.


Que Deus abençoe!

Ricardo Hilário

Nenhum comentário:

Postar um comentário